Capa da Página Governo cria onda roxa no Minas Consciente e decreta fechamento em duas regiões do estado: Macro de Pará de Minas segue na amarela - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 14º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

04/03/2021 às 08:18h

Governo cria onda roxa no Minas Consciente e decreta fechamento em duas regiões do estado: Macro de Pará de Minas segue na amarela

Facebook

Para conter a evolução da pandemia, restabelecer com velocidade a capacidade de assistência hospitalar das macrorregiões Noroestee Triângulo do Norte, o Governo de Minasdecretou o fechamento dessas duas regiões. A determinação foi aprovada nessa quarta-feira (3) pelo Comitê Extraordinário Covid-19, grupo que se reúne semanalmente para avaliar os indicadores da doença no estado.

As 60 cidades que compõem as duas regiões passarão para a onda roxa do Minas Consciente, faixa criada para contemplar as medidas mais severas de restrição, como toque de recolher das 20h às 5h.

As regras incluem ainda a proibição de circulação de pessoas sem o uso de máscara de proteção, em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado; a proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para a realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares; a proibição de realização de reuniões presenciais, inclusive de pessoas da mesma família que não coabitam; além da realização de qualquer tipo de evento público ou privado que possa provocar aglomeração, ainda que respeitadas as regras de distanciamento social. As normas passam a valer nesta quinta-feira (4).


Outra três regiões mineiras – Norte, Triângulo do Sule Leste do Sultambém estão em estado de alerta e poderão ser fechadas, caso apresentem piora nos indicadores. O monitoramento é feito diariamente.

Diferentemente da adesão opcional das prefeituras ao plano nas demais ondas, na fase roxa o caráter é impositivo, ou seja, todos os municípios enquadrados terão que aderir.

Conforme a decisão, as atividades essenciais na onda roxa deverão seguir rigorosamente os protocolos sanitários disponíveis no plano Minas Consciente. Os serviços não essenciais poderão funcionar sem atendimento ao público, em sistema de delivery e venda on-line, respeitando o limite de horário do toque de recolher.

As pessoas que estiverem deslocando para o trabalho, em serviços essenciais, deverão portar carteira de trabalho, crachá ou contrato de trabalho ou qualquer outro documento idôneo que justifique o vínculo profissional. A fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, em conjunto com os municípios envolvidos.

Com relação a Macrorregião Oeste, na qual Pará de Minas está inserida, ela permanece na onda amarela do Minas Consciente. Já a classificação da Microrregião pará-minense será divulgada nessa quinta-feira (4).

Por JC Noticias

Foto: www.mg.gov.b


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: