Capa da Página Honda anuncia parceria para desenvolver respiradores - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 32º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

04/04/2020 às 09:00h

Honda anuncia parceria para desenvolver respiradores

Facebook

A indústria do automóvel, assim como diversos outros segmentos, têm se unido nos esforços para conter a pandemia do coronavírus Covid-19. Manutenção de equipamentos, doações de itens, fabricação de máscaras em impressoras 3D e disponibilização de frotas são algumas das medidas. Agora, a divisão de motocicletas da Honda, com fábrica em Manaus (AM) assinou termo de cooperação com o governo estadual e a Universidade do Estado do Amazonas para desenvolver um protótipo de respirador artificial. 

O desenvolvimento do protótipo, que tem início ainda no mês de abril, faz parte de uma força tarefa para municiar a região para o aumento de casos e tentar mitigar um risco de colapso do sistema de saúde por lá.  De acordo com a japonesa, o grupo trabalhará com o intuito de viabilizar um protótipo de respiradores de transporte, utilizado em pacientes que necessitam de suporte respiratório temporário ou enquanto são deslocados em curtos e médios trajetos.

"É uma grande honra poder contribuir positivamente com a sociedade nesse período extremamente desafiador. A equipe de trabalho está engajada em absorver todo o conhecimento técnico sobre esses equipamentos e, claro, poder agregar o conhecimento da Moto Honda no desenvolvimento e fabricação de motocicletas para gerar uma contribuição efetiva à sociedade. Não é a nossa expertise desenvolver respiradores, mas tratando-se de uma causa tão nobre, empenharemos todos nossos esforços para a concretização desse projeto", afirma o vice-presidente Industrial da Moto Honda da Amazônia,Julio Koga.

A fabricante também auxiliará na manutenção de respiradores que estão fora de operação, para que possam ser utilizadas novamente em hospitais.

Fórmula 1
No Reino Unido, equipes de Fórmula 1 se uniram numa corrida para desenvolver aparelhos de respiração artificial. As escuderias Haas, McLaren, Mercedes, Racing Point, Red Bull, Renault e Williams, se uniram no projeto Pitlane, para o desenvolvimento e produção de equipamentos respiratórios. 

Um dos protótipos elaborados, em apenas 100 horas, tem baixo custo de produção e evitaria que pacientes com dificuldade moderada de respiração precise usar os ventiladores mecânicos dos hospitais. Para ser produzido, ele precisa ser autorizado pela agência sanitária britânica.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Honda / Divulgação

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: