Capa da Página Ônibus sem álcool em gel será multado em R$ 539,50 em BH a partir desta segunda-feira - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

02/06/2020 às 09:00h

Ônibus sem álcool em gel será multado em R$ 539,50 em BH a partir desta segunda-feira

Facebook

Ônibus em Belo Horizonte agora só com álcool em gel. A partir desta segunda-feira (1º), as linhas municipais flagradas circulando sem o dispenser com o produto serão multadas em R$ 539,50. A regra, criada pelo prefeito Alexandre Kalil, é para tentar conter o avanço da Covid-19 durante a flexibilização parcial do comércio. A fiscalização, conforme o executivo, será feita por agentes da BHTrans.

Neste primeiro dia de obrigatoriedade, a reportagem doHoje em Diaembarcou em diversos veículos que fazem o transporte público e encontrou o recipiente em todos eles. O Consórcio Operacional do Transporte Coletivo de Passageiros por Ônibus (Transfácil) garantiu que 100% da frota foi adaptada e está cumprindo a nova lei.

A BHTrans informou que ainda não há um balanço parcial da inspeção. Possíveis irregularidades podem ser denunciadas pelos usuários. "O fundamental é orientar as pessoas a registrarem pelo 156 ou no portal da PBH, informando a linha, o número do veículo e o dia", explicou a empresa que gerencia o trânsito em BH.

Segurança

Quem utiliza o transporte público de BH elogiou a presença do item de segurança dentro dos coletivos. A doméstica Maria de Fátima de Souza Oliveira, de 64 anos, destaca que nem todos lembram de carregar o álcool em gel na bolsa. "Aí fica mais seguro para usar o transporte público", destaca. O ajudante Reginaldo Nicolas de Araújo, de 25 anos, também se mostrou contente em encontrar o produto nos veículos. "É legal a pessoa usar o álcool em gel nos ônibus para proteger a todos", disse.

De acordo com o presidente da Transfácil, Ralison Guimarães, o líquido será reposto nos recipientes sempre que os ônibus chegarem no ponto final ou na garagem. "A parte dianteira de toda a frota foi equipada com o dispenser. Vamos trabalhar para que o álcool seja reposto sempre", frisou. 

Além dessa ação, as empresas de ônibus têm adotado outras medidas para que os coletivos tornem-se mais seguro para os usuários. Cerca de mil máscaras estão sendo distribuídas, gratuitamente, para os usuários que tentem embarcar nos veículos sem o item obrigatório. 

"A entrega está ocorrendo nas estações do Move e do BHBus", detalhou. A higienização interna dos coletivos também foi reforçada. De acordo com Guimarães, equipes da Transfácil intensificaram a limpeza tanto nas garagens quanto nas estações. "Estamos fazendo a higienização entre as viagens. Queremos que os passageiros saibam que o ônibus é seguro", frisou.

Conforme o presidente do consórcio, 60% da frota de BH está rodando, mas apenas 38% dos usuários do transporte coletivo estão utilizando o serviço diariamente.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Breno Pataro/PBH

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: