Capa da Página PBH interdita mineradora que atua na Serra do Curral por falta de licenciamento ambiental - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

26/05/2022 às 07:49h

PBH interdita mineradora que atua na Serra do Curral por falta de licenciamento ambiental

Facebook

A Prefeitura de Belo Horizonte interditou nesta quarta-feira (25) a mina Boa Vista, de propriedade da mineradora Gute Sicht e situada na Serra do Curral, na divisa da capital com Sabará. A área é protegida pelo tombamento municipal e não pode sofrer degradação.

De acordo com a PBH, investigações de órgãos municipais revelaram que o empreendimento não possui licenciamento ambiental e foi embasado em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado pela mineradora com o Governo de Minas em 2021, sem a participação da Prefeitura.

Com a interdição, a exploração do minério não pode ser feita na parte do empreendimento localizada em BH. Para garantir o cumprimento da interdição, o executivo municipal garantiu que equipes da Subsecretaria de Fiscalização e da Guarda Municipal vão atuar no local.

A reportagem tentou entrar em contato com a mineradora, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

Ação
A Procuradoria-Geral do Município também ajuizou uma Ação Civil Pública contra o Estado e a Gute Sicht, com a finalidade de proteger o patrimônio cultural tombado.

No processo, o órgão pediu, em medida liminar, a suspensão do Termo de Ajustamento de Conduta e a paralisação das atividades de mineração na área, sob pena de multa diária de R$ 1 milhão. A ação pede ainda anulação do TAC e obrigação do Estado e da mineradora de reparar integralmente a área degradada e de indenizar a população de Belo Horizonte por danos morais coletivos estimados em R$ 20 milhões.

Serra do Curral
A atuação da Prefeitura para interditar a mineração da Gute Sicht se soma aos esforços para proteção da Serra do Curral decorrentes do ajuizamento, em 3 de maio, da ação judicial para suspender a licença concedida pelo Estado à mineradora Tamisa para explorar área próxima ao Pico Belo Horizonte.

Essa ação aguarda explicações do governo estadual, que ainda não foram apresentadas à Justiça Federal.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: (Adão de Souza / PBH / Divulgação)

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: