Capa da Página Primeiro julgado por crimes de guerra, soldado russo é condenado à prisão perpétua na Ucrânia - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

23/05/2022 às 08:23h

Primeiro julgado por crimes de guerra, soldado russo é condenado à prisão perpétua na Ucrânia

Facebook

O sargento russo Vadim Shishimarin, 21, foi condenado nesta segunda-feira (23) à prisão perpétua por ter atirado contra um civil ucraniano em um vilarejo próximo a Kiev. O caso é o primeiro crime de guerra a cometido desde o início da invasão da Rússia à Ucrânia, em 24 de fevereiro, a ser julgado no país.

Shishimarin é oficialmente o primeiro criminoso de guerra da investida da Rússia da Ucrânia.

Ele alegou que atuou por ordens do comandante de sua equipe, que fugia de soldados ucranianos.

No julgamento, na semana passada, Shishimarin reconheceu o crime e pediu perdão à viúva da vítima, que acompanhava o julgamento. Ele respondia por crime de guerra e homicídio premeditado.

"Sei que você não poderá me perdoar, mas, mesmo assim, peço perdão", afirmou na ocasião o sargento russo.

Fonte: G1
Foto: Rádio Espacial FM / AdobeStock_489278127

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: