Capa da Página Tragédia em Taguaí: motorista de ônibus se apresenta à polícia e relata falha em freio - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

28/11/2020 às 08:00h

Tragédia em Taguaí: motorista de ônibus se apresenta à polícia e relata falha em freio

Facebook

O motorista do ônibus que se envolveu no acidente com um caminhão e deixou 41 mortos em Taguaí (SP) se apresentou à Polícia Civil e prestou depoimento nesta sexta-feira (27), em Avaré (SP).

O motorista informou à polícia que seguia pela rodovia, quando outro ônibus que estava na frente teria freado e "balançado”. Na sequência, para não bater, ele alegou que jogou o ônibus para o lado quando também houve uma falha no freio do veículo e bateu na carreta no sentido contrário.

Segundo a polícia, com base nos relatos de testemunhas e do motorista, à frente do ônibus das vítimas havia outro ônibus e um caminhão. Agora, será investigado se o motorista do ônibus foi para a pista contrária por conta de falhas mecânicas ou para ultrapassagem.

Ainda de acordo com a polícia, também se apresentaram na delegacia nesta sexta-feira (27) os donos da empresa do ônibus, que não tinha autorização da Artesp para circular e estava com documentos irregulares.

O advogado que representa a empresa de ônibus, Adail Oliveira, contou que a confecção que contratou o serviço de transporte, contrariando a versão da empresa. Questionada pela TV TEM, a empresa de jeans nega a versão e diz que o ônibus foi contratado pelos funcionários.

Em nota, a SSP informou que as investigações seguem em andamento pela delegacia de Taguaí. Foi realizada uma nova perícia nos sistemas de freio do ônibus envolvido nesta sexta-feira (27) e na próxima segunda-feira (30) será realizada outra perícia no local do acidente.

Cinco pessoas, entre elas três motoristas, uma vítima e uma testemunha, foram ouvidas e novos depoimentos serão colhidos nos próximos dias.

Ainda conforme a SSP, os laudos de exames necroscópicos e toxicológicos estão em andamento pela Equipe de Perícia Médico Legal (EPML) de Avaré e, assim que concluídos, serão analisados pela autoridade policial.


Fonte: G1

Foto: Reprodução/GloboNews

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: