Capa da Página Vacina só deve chegar a todas as cidades de Minas na sexta - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 19º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

20/01/2021 às 09:03h

Vacina só deve chegar a todas as cidades de Minas na sexta

Facebook

Minas Gerais deve ter todos os 853 municípios vacinando contra a Covid-19 só daqui a dois dias. A previsão foi dada ontem durante reunião on-line entre representantes do governo do Estado e dos prefeitos. As 577 mil doses que chegaram ao território já foram distribuídas às 28 regionais de saúde, informou o Executivo.

As próprias prefeituras estão buscando os imunizantes. De acordo com as autoridades, as que estiverem com o material em mãos já têm condições de iniciar a campanha que, neste primeiro momento, abrange apenas os profissionais de saúde na linha de frente no combate à pandemia.

Diretora de Vigilância e Agravos e Transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Janaína Fonseca explicou que apenas será repassado aos municípios o quantitativo necessário para a aplicação da primeira dose. Com isso, a expectativa é a de que 280 mil pessoas sejam protegidas até o fim desta semana.

Já a segunda dose, ainda conforme a gestora, será entregue após as duas primeiras semanas da campanha de vacinação. “As duas doses já foram para as unidades regionais de saúde, mas não serão distribuídas ainda. A quantidade integral que a cidade receber agora será para fazer a aplicação. A segunda dose será guardada pela regional”, disse.

Desafio

A chegada das vacinas é celebrada pelo presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, ao mesmo tempo que teme por um impacto na produção da Coronavac. Na última segunda-feira, o Butantan informou estar preocupado porque a fabricação de mais doses está condicionada à chegada de insumos da China. A segunda opção, produzida pela Fiocruz, ainda não tem data para ser distribuída.

“E o que Minas recebeu (de doses), até o momento, é simbólico, não gera um efeito imunizante”, destacou o representante dos prefeitos de Minas.

Segundo ele, outro desafio pela frente é a logística da entrega da vacina por parte do governo federal. “Por outro lado, o Estado está organizado e os municípios preparados para essa campanha”, disse.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: CBMG/Divulgação

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: