Capa da Página Adilson é demitido do Atlético; empresário diz que ex-volante está muito chateado - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 17º MIN 36º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Adilson é demitido do Atlético; empresário diz que ex-volante está 'muito chateado'

06/01/2020 às 09:03h

Facebook

O auxiliar Adilson não faz mais parte da comissão técnica do Atlético. O ex-volante, de 32 anos, foi comunicado pelo diretor de futebol Rui Costa nesse sábado sobre a não permanência no cargo em 2020.

Segundo a assessoria de comunicação do Atlético, Adilson "foi avisado, por meio de seu empresário, para não se apresentar no dia 8, junto com o elenco do Atlético, enquanto sua situação não for definida pela diretoria".

A mundança na comissão técnica se deve à chegada de homens de confiança do novo técnico Rafael Dudamel ao Atlético. O venezuelano de 46 anos leva ao clube quatro profissionais, entre eles o auxiliar Marcos Mathías.

Segundo o empresário de Adilson, Cristiano Manica, o ex-volante ficou "muito chateado" e surpreso com a ligação de Rui Costa. Em contato com a reportagem, o agente disse que o ex-volante havia recebido promessa do clube de que ficaria até o fim do contrato, em 2020.

“Foi uma surpresa para ele. O Rui Costa comunicou que ele não faz mais parte da comissão técnica. Ele disse que estão chegando pessoas novas com o Dudamel e ele não ficará. Ele está muito chateado. O Sette Câmara (presidente) prometeu que ele ficaria até o fim do contrato, que se encerrava no fim de 2020. A notícia pegou o Adilson de surpresa, ele estava se preparando para a nova temporada”, disse.

Adilson chegou ao Atlético em 2017. Como jogador, o ex-volante foi campeão mineiro naquele ano. Em 2018, tornou-se peça importante da equipe então comandada por Thiago Larghi, ao formar dupla no meio-campo com Gustavo Blanco.

Após sofrer com lesões e problemas médicos, Adilson comunicou a aposentadoria precoce da carreira de jogador, em emocionada entrevista coletiva em 12 de julho de 2019, por conta de uma cardiomiopatia hipertrófica - problema cardíaco que poderia gerar arritmia cardíaca e, eventualmente, morte súbita. À época, o Atlético ofereceu ao ex-volante - que tinha contrato válido até 2021 - o cargo de auxiliar técnico.

Na ocasião, Rui Costa explicou a decisão do clube de transformar Adilson em auxiliar. "A questão contratual do Adilson é secundária. A determinação do presidente Sérgio Sette Câmara é que o cuidado seja o lado pessoal. Não nos preocupa valores. Ele vai estar conosco por opção dele e por pedido nosso. Vai experimentar experiências que possam deixar ele aqui conosco. Se ele vai querer ficar na comissão técnica ou outra coisa. Não abrimos mão do Adilson aqui. Ele vai ter seus direitos garantidos. Não nos interessa centavos, seguro. Queremos ele aqui conosco. Não interessa contrato, prazo", disse.

Outra mudança na comissão técnica do Atlético é a saída do coordenador de preparação física, Daniel Félix.
Fonte: Super Esportes



Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: