Capa da Página Agressivo no ataque, Daniel Guedes pede tempo para estrear pelo Cruzeiro - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 23º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Agressivo no ataque, Daniel Guedes pede tempo para estrear pelo Cruzeiro

22/08/2020 às 08:00h

Facebook

Novo reforço do Cruzeiro, o lateral-direito Daniel Guedes passou por um longo período afastado dos gramados. Ele foi suspenso por doping em setembro de 2019, quando ainda defendia o Goiás. Agora no clube mineiro, o jogador tem dado ênfase à sua forma física para voltar a atuar.

Em entrevista aos canais oficiais da Raposa, Daniel Guedes disse que passa por uma preparação rígida para melhorar o condicionamento. Porém, ele pediu tempo para estrear com a camisa celeste.
 
“Isso não depende de mim, depende da comissão técnica, da preparação física. É óbvio, 11 meses sem atuar não são uma semana, um mês… É quase um ano sem poder voltar aos gramados então precisa de um tempo, uma preparação rígida até para não sentir tanto. Vai ser impossível não sentir nos primeiros jogos, mas eu acredito que mais em alguns poucos dias eu já estarei em forma física para poder pegar ritmo de jogo com o grupo”, avaliou.
 
Guedes cumpria suspensão preventiva por doping. Em setembro de 2019, um exame apontou o uso de substância higenamina durante partida entre Goiás (clube pelo qual Daniel atuava na ocasião) e CSA, pelo Campeonato Brasileiro, o que afastou dos gramados.
 
Em audiência no Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD), realizada em julho, Guedes se livrou da primeira etapa do processo. Dois, dos três auditores presentes, votaram pela aplicação dos oito meses de suspensão - já cumpridos - ao lateral-direito. Um deles votou para absolver totalmente o atleta. A liberação para retorno aos gramados, portanto, foi unânime. A decisão cabia recurso da procuradoria do TJD-AD.
 
“Não foi nada fácil passar por esse tempo difícil, de uma grande injustiça que aconteceu comigo e que poucas pessoas souberam do acontecido. Eu tive que manter a cabeça muito boa, me apeguei na minha família e aproveitei esse tempo para curtir o crescimento do meu filho. Então, isso foi o que me motivou para poder continuar treinando mesmo fora do clube, sozinho, em casa. Todos que me conheciam sabiam da minha inocência e isso foi o que me motivou a continuar treinando”, disse Guedes.

Lateral agressivo
Daniel Guedes, de 26 anos, foi formado nas categorias de base do Santos. À época, ele começou a atuar como meia, porém mudou de posição para ter mais tempo de jogo. Veloz e com bom passe, o lateral-direito elencou suas características e admitiu que, no início, teve dificuldades em se adaptar ao setor.

“Nas categorias de base de Marília, São Paulo e Santos eu comecei como meia, só que eu tinha poucas oportunidades para atuar como meia. Certa vez, um treinador no Santos me disse que precisava de um lateral-direito, ele me perguntou se eu queria tentar, e eu aceitei. [...] Eu tenho bastante velocidade, gosto de apoiar bastante, tenho um bom passe, bom cruzamento e acho que tenho boa qualidade técnica também. Tive um pouco de dificuldade na marcação e no posicionamento logo no início, porque nunca tinha atuado como lateral, mas acho que já melhorei bastante”, completou.
 
Daniel Guedes foi cedido por empréstimo pelo Santos até o final de 2021. Na Toca da Raposa II, ele enfrentará a concorrência do também recém-contratado Raúl Cáceres, ex-jogador do Cerro Porteño.

Fonte: Super Esportes

Foto: Reprodução/Twitter

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: