Capa da Página América empata com Náutico nos Aflitos e confirma acesso à Série A 2021 - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

AMÉRICA MG

América empata com Náutico nos Aflitos e confirma acesso à Série A 2021

13/01/2021 às 08:11h

Facebook

O América garantiu o acesso matemático à elite do Campeonato Brasileiro ao empatar por 0 a 0 com o Náutico, nesta terça-feira, no estádio dos Aflitos, no Recife, pela 34ª rodada da Série B. Com 67 pontos, o time mineiro segue na liderança isolada e não pode mais ser ultrapassado pelo quinto colocado, Juventude, que perdeu para o Brasil de Pelotas, fora de casa, por 2 a 1.

Embora não tenha sido brilhante em Pernambuco, o Coelho fez jogo seguro na parte defensiva e completou nove partidas sem derrota (sete vitórias e dois empates), dando mais um passo para se tornar o maior campeão da competição. Vencedor em 1997 e 2017, o clube divide o topo do ranking com Coritiba, Goiás, Palmeiras, Paysandu e Bragantino.

O acesso é mais um grande feito da temporada histórica em que a equipe americana desbancou os gigantes Corinthians e Internacional e chegou às semifinais da Copa do Brasil fazendo duelos equilibrados com o Palmeiras. Agora, a missão é buscar vitórias nas quatro rodadas finais da Série B para fechar 2020/2021 com chave de ouro e levantando um troféu.

O próximo compromisso do América é contra o Botafogo-SP, às 21h30 de sexta-feira, no Independência, em Belo Horizonte. Depois, o time encara Brasil de Pelotas (fora), Confiança (fora) e, por fim, Avaí (casa). Se ganhar ao menos três confrontos, chegará a 76 pontos e terá mais de 98% de probabilidade de título, de acordo com oDepartamento de Matemática da UFMG.

O jogo

Diferentemente dos duelos anteriores, o América não se mostrou envolvente no setor ofensivo e em vários momentos foi dominado pelo Náutico. Os donos da casa partiram para cima no início, sempre com o experiente centroavante Kieza, de 34 anos, incomodando os zagueiros Messias e Anderson.

Aos 9min, Kieza chegou a driblar o goleiro Matheus Cavichioli, porém ficou sem ângulo para chutar. Ele então rolou a bola em direção a João Carlos, que ajeitou o corpo na tentativa de finalizar de pé esquerdo. Daniel Borges travou o chute. Aos 10min, Dadá mirou o ângulo em arremate com a canhota, e Messias tirou de cabeça à linha de fundo.

A partir dos 20 minutos, o América manteve a calma, trabalhou a bola de pé em pé e esfriou o ímpeto do Náutico. Se estava difícil achar espaço na defesa do Timbu, o caminho era administrar o resultado sem muita pressa. Afinal, o ponto somado nos Aflitos ajudaria a cravar tanto o acesso quanto a manutenção de margem sobre a vice-líder Chapecoense.

Na etapa final, Lisca até tentou dar gás novo com as entradas de Neto Berola, opção de velocidade no setor ofensivo, e Marcelo Toscano, com qualidade nas cobranças de falta e em chutes de média distância. Contudo, quem quase marcou foi o Náutico, aos 47min, em bola à queima-roupa de Jorge Henrique defendida por Cavichioli.

A confirmação do acesso na 34ª rodada representa um recorde para o América. Em 2017, quando foi campeão da Série B, o time subiu matematicamente à primeira divisão na 35ª rodada, com vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. O elenco de 2020/2021 também pode superar os 73 pontos somados na edição de três anos atrás.

NÁUTICO 0X0 AMÉRICA

Fonte: Super Esportes

Foto: João Zebral/América

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: