Capa da Página América tem gol mal anulado e fica no empate com a Chapecoense na Série B - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 2º MIN 23º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

AMÉRICA MG

América tem gol mal anulado e fica no empate com a Chapecoense na Série B

21/12/2020 às 08:36h

Facebook

Um erro de arbitragem impediu o América de assumir a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. O Coelho teve um gol legítimo anulado, aos 49 minutos, e ficou no empate em 2 a 2 com a Chapecoense, na tarde deste domingo, no Independência, pela 30ª rodada.

Apesar da igualdade, o jogo terminou em polêmica. O atacante Ademir marcou o terceiro gol americano já no último minuto do duelo, mas o auxiliar Anderson José de Moraes Carvalho assinalou o impedimento e a árbitra Edina Alves Batista anulou o tento americano.

Os gols do Verdão do Oeste foram marcados por Aylon e Bruno Silva. Felipe Azevedo e Anderson marcaram a favor do América. Com o resultado, a tabela se manteve inalterada. O Coelho é o vice-líder isolado, com 57 pontos, enquanto o Verdão do Oeste soma 59.
 
Na próxima rodada, o Coelho encara o CRB às 18h30 de sábado, 26 de dezembro, no Independência, em Belo Horizonte. Já a Chapecoense voltará a campo contra o Paraná Clube na segunda-feira (28), às 20h, na Arena Condá, em Chapecó-SC.

O jogo
 
Jogando em seus domínios, o América buscou mostrar superioridade nas ações no início da partida no Horto. A primeira oportunidade veio logo no primeiro minuto com Ademir, mas o atacante mandou a bomba por cima do gol de João Ricardo.
 
A Chape, por sua vez, encontrou dificuldades de se infiltrar na marcação americana e avançar no meio-campo. Por conta disso, o Coelho recuperava a bola facilmente e chegava com mais perigo à área adversária.
 
O ritmo de partida seguiu equilibrado durante a maior parte da etapa inicial. O América seguiu buscando forçar o erro adversário, enquanto o Verdão do Oeste trocava passes no seu campo de defesa e esperava por espaços para avançar.
 
As chances mais claras de gol no 1ºT surgiram já nos últimos minutos. Aos 39min, Alan Ruschel cruzou em direção a Aylon, que chutou com força sem chances de defesa: 1 a 0 para a Chape. A resposta americana veio na sequência com Felipe Azevedo, mas João Ricardo fez bela defesa.
 
O América seguiu mais incisivo nos acréscimos do 1ºT. Felipe Azevedo arriscou o chute de fora da área, mas o arqueiro adversário fez mais uma defesa. Segundo o SofaScore, o América finalizou 10 vezes no 1ºT - três delas no gol. Já a Chape finalizou em sete ocasiões, mas apenas uma em direção às redes.

O América voltou dos vestiários com duas mudanças. Flávio e Geovane deixaram a partida para a entrada de Alê e Léo Passos, respectivamente. Com as alterações, o time mineiro buscou igualar o placar ainda no início do 2ºT.
 
Aos 8min, a pressão americana surtiu efeito. Após jogada de escanteio, Léo Passos tocou para Sávio, que achou Felipe Azevedo sozinho na entrada da área adversária e não desperdiçou a oportunidade: 1 a 1.
 
Após o gol de empate, o Coelho tentou pressionar a Chapecoense em seu campo de defesa. Aos 13min, Ademir fez bela jogada na lateral visando Rodolfo, mas o zagueiro Kadu afastou o perigo.
 
Aproveitando a falha do Coelho, a Chapecoense recuperou a bola com Bruno Silva, que driblou Messias para recolocar os catarinenses à frente do placar: 2 a 1.  
 
Apesar de estar atrás do placar, o América seguiu pressionando os visitantes. Aos 43min, a pressão surtiu efeito e Anderson cabeceou para o fundo das redes após escanteio cobrado por Alê: 2 a 2.
 
O Coelho ainda teve a chance da virada no final do jogo. Após cruzamento, Léo Passos desviou de cabeça e Ademir completou para o fundo das redes. Porém, o auxiliar Anderson José de Moraes Carvalho assinalou o impedimento de forma errada e a árbitra Edina Alves Batista anulou o tento americano.
 
A arbitragem finalizou o jogo depois de quatro minutos de acréscimo.
 
 
AMÉRICA 2 X 2 CHAPECOENSE

Fonte: Super Esportes

Foto: Alexandre Guzanshe/EM

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: