Capa da Página Atlético vence Sport no fim e garante vaga direta na Libertadores - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 14º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Atlético vence Sport no fim e garante vaga direta na Libertadores

22/02/2021 às 08:12h

Facebook

Sem chances de título no Campeonato Brasileiro, o Atlético garantiu a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Neste domingo, o Galo visitou o Sport na Ilha do Retiro e conquistou vitória dramática, por 3 a 2, com gol de Marrony aos 52 minutos do segundo tempo. Com o resultado pela 37ª rodada, a penúltima da Série A, o time de Jorge Sampaoli voltou a vencer fora de casa depois de seis partidas - desde o 1 a 0 sobre Athletico-PR, em dezembro.

O Atlético chega ao terceiro lugar da tabela, com 65 pontos. Com o empate do Fluminense por 1 a 1 com o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro, o Galo sacramentou a classificação direta à fase de grupos da Libertadores via G4. A última vaga fica entre o Sâo Paulo e o Tricolor carioca,  quarto e quinto colocados, com 63 e 61 pontos, respectivamente. Já o Sport ocupa a 14ª posição, com 42 pontos, sem chances de ser rebaixado e na briga por vaga na Sul-Americana. A despedida do Leão é contra o Athletico-PR, nesta quinta, às 21h30, na Arena da Baixada.

Gols e expulsão

 Jair abriu o placar para o Alvinegro logo aos seis minutos, e Dalberto empatou o jogo aos 32’ do primeiro tempo. Na etapa final, Rafael Thyere marcou contra e deixou o Atlético na frente. Mas, em cobrança de pênalti, Thiago Neves igualou o placar aos 42 minutos. Ainda restava emoção no Recife para o gol de Marrony, que havia cometido o pênalti e acabou como herói do jogo.

O técnico Jorge Sampaoli reclamou muito depois da marcação do pênalti para o Sport e foi expulso pelo árbitro Rodolpho Toski. O argentino, que já tinha recebido cartão amarelo no jogo, virou desfalque para a rodada final do Brasileiro, contra o Palmeiras, no Mineirão, às 21h30 desta quinta-feira. Dessa forma, o treinador pode ter comandado o time pela última vez do gramado,já que tem transferência encaminhada ao Olympique de Marseille, da França, após o Brasileiro.

O jogo


O primeiro tempo na Ilha do Retiro foi equilibrado. Com cinco jogadores na linha defensiva, o Sport veio com estratégia de aproveitar os contra-ataques para surpreender o adversário. No entanto, o Leão levou o gol logo nas primeiras investidas do Atlético. Aos seis minutos, após troca de passes na entrada da área, Guilherme Arana recebeu de Allan e bateu forte, cruzado. O goleiro Luan Polli caiu no canto esquerdo, espalmou de lado, e Jair, no rebote, empurrou para as redes: 1 a 0.

O Galo  seguiu com boa movimentação ofensiva e ameaçou em finalizações de Keno e Savarino, bastante participativos. O Sport, no entanto, mudou a postura retraída e saiu para o jogo. Em dois chutes de longa distância, Patric, ex-Galo, tentou surpreender o goleiro Everson, adiantado, e levou perigo . Aos 32 minutos, veio o empate rubro-negro. Marquinhos avançou pela intermediária e tocou para Junior Tavares, que cruzou da ponta esquerda. Dalberto entrou na segunda trave, se infiltrou por trás de Arena e completou para o gol: 1 a 1.

Após o empate, o Atlético criou chances em chute de Sasha e em cabeceio de Savarino, mas não conseguiu ficar novamente em vantagem. No entanto, na volta do intervalo, o Alvinegro não demorou a balançar as redes. Arana, mais uma vez, chutou cruzado da esquerda. O zagueiro Rafael Thyere desviou e mandou para as próprias redes: 2 a 1.

Em vantagem, o Atlético renovou o fôlego com as entradas de Alan Franco e Marrony - Calebe, discreto, e Keno, que retornou de lesão, deixaram o campo. Posteriormente, Sampaoli sacou Sasha e colocou Vargas. O time cadenciou mais a partida e controlou a posse de bola. O Sport, sem tantas brechas para contra-golpes, buscou a infiltração em arrancada de Ewerthon, que acabou desarmado por Allan, na grande área. Apesar da reclamação rubro-negra por pênalti, o árbitro Rodolpho Toski considerou o lance normal.

O Sport voltou a assustar o Atlético em chute de Patric, após tabela com Thiago Neves. O lateral-direito trouxe a bola para a canhota e mandou a bomba, mas Everson defendeu firme. Pelo lado do Galo, Savarino teve três oportunidades de ampliar o placar, mas falhou nas conclusões, batendo todas por cima. Aos 36 minutos, o Sport teve um pênalti a favor. Após consulta ao VAR, o árbitro assinalou infração de Marrony sobre Patric, na grande área. O técnico Jorge Sampaoli, inconformado, esbravejou muito e acabou expulso - já estava amarelado.  Thiago Neves foi para a cobrança e mandou a bomba no meio do gol para decretar o empate na Ilha do Retiro: 2 a 2.

A partida, no entanto, não estava definida. Aos 52 minutos, Marrony invadiu a área e bateu forte de perna direita para garantir a vitória dramática do Atlético, por 3 a 2.  Pablo Fernandez, preparador físico atleticano, e  auxiliar rubro-negro Emílio Faro foram expulsos em confusão entre as comissões técnicas logo após o gol.
Sport 2 x 3 Atlético

Fonte: Super Esportes

Foto: Pedro Souza/Atlético

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: