Capa da Página Atlético vence Tombense em noite de apagão, pênalti perdido e virada - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 14º MIN 32º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Atlético vence Tombense em noite de apagão, pênalti perdido e virada

05/03/2021 às 08:43h

Facebook

Nem o apagão que interrompeu o primeiro tempo por 20 minutos esfriou o intenso jogo da noite desta quinta-feira no Almeidão, em Tombos. Numa partida bastante movimentada e com muitas alternativas - especialmente no primeiro tempo -, a equipe reserva do Atlético saiu atrás, mas virou sobre o Tombense e venceu por 2 a 1.

Caíque abriu o placar para os donos da casa no primeiro lance após as luzes se acenderem. Marrony, de perna direita (a “ruim”), deixou tudo igual. Ainda na etapa inicial, Rubens perdeu pênalti. No segundo tempo, Gabriel, de cabeça, decretou o triunfo alvinegro.

Com a vitória, o Atlético mantém os 100% de aproveitamento e lidera a competição, com seis pontos - mesmo número do América, que fica atrás pelo saldo de gols. Já o Tombense segue com um ponto, na oitava posição.

As equipes voltam a campo neste domingo, pela terceira rodada do Estadual. Às 10h, a bola rola para o duelo entre Tombense e Coimbra, no Independência. Às 20h30, o Atlético recebe o Uberlândia, no Mineirão.

Apagão e jogo movimentado


O Atlético se propôs a ser protagonista na partida e tentou controlar as ações ofensivas desde o minuto inicial. Logo aos 6’, o garoto Felipe Felício, de 18 anos, recebeu grande enfiada de bola de Igor Rabello e saiu cara a cara com o goleiro rival, mas acertou o travessão.

Apesar da intenção de atacar quase todo o tempo, o time alvinegro se viu em perigo com os avanços adversários. Quando o jogo já estava equilibrado, as torres de iluminação do Almeidão se apagaram. A bola voltou a rolar 20 minutos mais tarde e, no primeiro lance após a retomada, Caíque passou entre Gabriel e Dodô e finalizou com precisão para abrir o placar para os donos da casa, aos 29’.

A partida continuou intensa. Mesmo com um time formado por reservas, o Atlético criou boas oportunidades - especialmente pelo lado esquerdo, com Marrony e Dodô. Aos 50’, o atacante recebeu passe do “pivô” Felipe e, de perna direita, colocou para o fundo das redes. Era o empate alvinegro.
Ofensivamente, o Atlético rendia bem. Defensivamente, porém, abusava dos erros individuais e coletivos. Numa dessas, Gabriel perdeu a posse para Rubens, que tentou driblar Rafael e foi derrubado na área. O próprio centroavante cobrou o pênalti, mas a bola passou por cima do gol.

Virada alvinegra

No segundo tempo, o nível técnico e a intensidade do jogo caíram. O Atlético, porém, conseguiu aumentar o domínio territorial e ofensivo. Com a bola na maior parte do tempo, o time alvinegro não chegou a construir grandes jogadas, mas esboçou uma pressão contra a área do Tombense.

Aos 12’, a insistência deu resultado. Em mais uma bola aérea, Igor Rabello tocou de cabeça para a pequena área. A zaga do Tombense não conseguiu afastar, e Gabriel se antecipou à marcação e cabeceou para as redes: 2 a 1.

Mesmo à frente do marcador, o Atlético continuou com maior volume de jogo. A nota negativa foi a saída de Sávio, que sentiu dores logo após desperdiçar grande oportunidade em finalização já de dentro da área.

Daí em diante, os visitantes pouco sofreram com as investidas rivais. No fim das contas, vitória mantida e liderança retomada.

TOMBENSE 1 X 2 ATLÉTICO

Fonte: Super Esportes

Foto: Pedro Souza/Atlético


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: