Capa da Página CBF diz que volta aos treinos depende do Ministério da Saúde, federações e clubes - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 22º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

30/04/2020 às 09:22h

CBF diz que volta aos treinos depende do Ministério da Saúde, federações e clubes

Facebook

A CBF prepara um rígido protocolo de saúde com orientações para os clubes retomarem as atividades depois da paralisação forçada pela pandemia mundial do novo coronavírus. O secretário geral Walter Feldman disse que a entidade liberou a volta das férias a partir desta sexta-feira, 1º de maio, mas que caberá às federações e os respectivos afiliados, após autorização do governo federal, por meio do Ministério da Saúde, a definição sobre o retorno dos jogadores às atividades.

Walter Feldman ressaltou que a CBF ‘orientou’ dirigentes que participaram de videoconferência, nessa terça-feira, sobre o fim das férias e o recomeço dos treinamentos, mas deixou que os clubes e cada federação definissem sobre o retorno das atividades. O secretário geral reforçou que será necessário ainda autorização dos órgãos de saúde dos governos federal, estadual e municipal.

“A CBF deu orientação a federações e clubes para que avaliassem a possibilidade de retorno aos treinos, a partir de um rígido protocolo de proteção máxima aos atletas e aos trabalhadores. A individualização dessas orientações ficam a cargo das federações com os atendimentos desses protocolos por parte de cada clube”, declarou, em entrevista àRádio Itatiaia.

Feldman deixou claro que a CBF orientou os afiliados a seguir determinação do Ministério da Saúde e dos órgãos estaduais e municipais. “É uma orientação pronta para ser referendada pelo ministério da Saúde, em conjunto com secretários estaduais e municipais. É uma decisão sensata e coletiva, tomada de forma democrática e que garante, com um protocolo voltado para segurança e saúde, retorno que resguarde a saúde daqueles que militam no futebol”, elucidou. 

“A decisão dá autonomia e independência às instituições do futebol, para que cada clube e federação possam garantir a preservação da saúde, com mecanismos orientados pelo Ministério da Saúde”, acrescentou o secretário geral da CBF.

MINEIROS COM CAUTELA

Entre os clubes mineiros, Atlético e Cruzeiro ainda não definiram a data para o retorno dos jogadores. O Galo anunciou que vai aguardar autorização da Federação Mineira de Futebol e dos órgãos de saúde do estado para marcar a retomada das atividades. Já a Raposa, que sinalizou que os atletas voltariam nesta sexta-feira, também optou por se resguardar e aguardar posicionamento das entidades sanitárias de Minas.

Fonte: Super Esportes

Foto: Mauro Horita/CBF


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: