Capa da Página Com baixa média de gols, jogadores do Cruzeiro querem melhor pontaria para time parar de sofrer - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Com baixa média de gols, jogadores do Cruzeiro querem melhor pontaria para time 'parar de sofrer'

06/04/2021 às 08:00h

Facebook

O sistema ofensivo do Cruzeiro vem sendo pouco efetivo neste início de temporada. Nos oito jogos disputados até o momento - sete pelo Campeonato Mineiro e um pela Copa do Brasil -, a Raposa marcou apenas seis gols, o que gera uma média de apenas 0,75 bolas na rede por partida.

Tal cenário contribui diretamente para a oscilação da equipe celeste neste começo de ciclo, representada pelo desempenho de três vitórias, três empates e duas derrotas.

No triunfo por 1 a 0 sobre o Boa Esporte, no último domingo (4), em Varginha, o time estrelado, assim como em outras partidas, criou várias oportunidades, mas concretizou apenas uma delas em gol, através de Rafael Sóbis, em cobrança de falta.

A falta de contundência no ataque fez com que a partida, até então sob controle para o Cruzeiro, se complicasse para os azuis, que contaram novamente com boas intervenções de Fábio para garantir os três pontos diante do lanterna da competição. 

O volante Rômulo, reestreante pela Raposa diante do Boa, reconhece essa deficiência da equipe comandada pelo técnico Felipe Conceição.

“Conseguimos empostar bem o jogo no primeiro tempo. Criamos muitas oportunidades, fizemos um gol com Rafael Sóbis. No segundo, tínhamos que cadenciar um pouco mais, com o calor que está, mas temos bastante meninos novos. No geral foi uma atuação boa, lógico que temos que melhorar muito, principalmente na fase de finalização e estamos trabalhando para que isso aconteça”, disse o jogador, em entrevista às mídias oficiais do clube estrelado após a partida.

Tentativas

A baixa produtividade do ataque celeste não se deve pela faltar de tentativas do comandante.

Até o momento, sete atacantes (Marcelo Moreno, Thiago, Rafael Sóbis, Airton, Bruno José, Felipe Augusto, William Pottker) e três armadores (Marcinho, Claudinho e Alan Ruschel), foram utilizados pelo técnico Felipe Conceição.

Entretanto, mesmo com as mudanças, a equipe celeste ainda não deslanchou em campo e deixou para trás pontos importantes no Mineiro.

Ciente dessa situação, o atacante Rafael Sóbis, que desencantou na temporada, adotou discurso similar ao de Rômulo.

“Uma vitória, independente do nosso jogo, muito importante. Ainda estamos em crescimento, hoje produzimos bastante, poderíamos ter feito mais gols para não sofrer tanto no fim, mas o que vale é a vitória”, afirmou Sóbis, também no pós-jogo. 

Na quarta colocação da tabela, com 11 pontos, a Raposa volta a campo nesta quarta, para enfrentar o Coimbra, às 17h30, no Independência, pela oitava rodada do Estadual.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro /

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: