Capa da Página Com sete contratados, América condiciona novos reforços a oportunidades de mercado - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

AMÉRICA MG

Com sete contratados, América condiciona novos reforços a oportunidades de mercado

14/01/2020 às 08:51h

Facebook

Assim que oficializar o zagueiro Joseph, o América chegará a sete reforços em 2020. Além do ex-jogador do Vila Nova-GO, o Coelho contratou o zagueiro Eduardo Bauermann (ex-Paraná), o volante Rickson (Botafogo), o meia Alê (ex-Cuiabá) e os atacantes Felipe Augusto (ex-Operário-PR), Rodolfo (Capivariano-SP) e Léo Passos (Palmeiras).

O diretor de futebol Paulo Bracks afirmou que o planejamento para montar o grupo no início desta temporada foi cumprido. Segundo ele, novos atletas só serão incorporados ao elenco treinado por Felipe Conceição em casos de oportunidades de mercado.

“São sete contratações, contando a do Joseph, com quem estamos praticamente fechados, restando apenas questões burocráticas. Não estou negociando com nenhum outro jogador, mas atento ao mercado. O que planejamos no fim do ano passado, no encerramento da Série B, e com nosso calendário para 2020, está aqui hoje. Não há nenhuma novidade para chegar e nenhum atleta com quem estamos conversando. Estamos muito satisfeitos com o trabalho de campo, com o elenco e com expectativa. É uma continuidade do trabalho. Nós continuamos o trabalho com 80% do elenco e esses reforços pontuais. Mas estamos atentos ao mercado sempre”.

Dos recém-chegados ao América, Alê, de 29 anos, é o mais velho. O mais novo é Leo Passos, de 20. Rickson, de 21, também está na lista de garotos. Os outros têm idades próximas à média de 25 anos: Joseph (25), Eduardo Bauermann (23), Rodolfo (27) e Felipe Augusto (27). Entre os remanescentes estão veteranos, como o volante Juninho, de 32 anos, e o lateral-esquerdo João Paulo, de 33, além dos jovens Flávio e João Cubas, de 19.

“É um perfil que a gente traçou. Não há contratação a esmo, por nome. É um perfil que se traça, e a gente cumpre esse objetivo. Desde o segundo semestre do ano passado, a reta final da Série B, estávamos fazendo esse trabalho. É um trabalho da presidência, diretoria e comissão técnica. Evidentemente, contamos com renovações de atletas experientes, como Leandro, João Paulo e Juninho, que agregam muito com a experiência deles. Mas o perfil nosso é de média de idade mais baixa, que a gente acredita no futebol pela intensidade de jogo. São atletas que se encaixam nesse perfil. Não fechamos portas para atletas experientes, mas a maioria é com idade mais jovem. Se somar as idades e dividir, vamos para, no máximo, 25 anos de média”, analisou Paulo Bracks.

O número de sete contratados pode ser explicado também pelas renovações realizadas pela direção. O América manteve os quatro laterais de 2019 - Leandro Silva, Diego Ferreira, João Paulo e Sávio - e os goleiros - Airton e Léo Lang. Ainda assegurou a permanência do meia Matheusinho, cobiçado por clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, mas que só será negociado mediante boa compensação financeira e participação em uma transferência futura. Por isso, Bracks não vê a necessidade de mais contratações no momento - embora, como ressaltado pelo dirigente, a possibilidade esteja aberta.

“O América está proporcionando um início de trabalho muito tranquilo, sem turbulência e nenhum tipo de problema que possa atrapalhar o trabalho em campo. Não há posições que entendemos como carentes. Houve renovações que nem nos permitiram ir ao mercado. Os quatro laterais estão mantidos, os dois goleiros também. Trouxemos para reposições de peças que perdemos ou deixamos de renovar por critério e planejamento. Mas não há nenhuma posição que estamos buscando. Atento ao mercado a gente sempre está, porém estamos satisfeitos com o desenho do nosso elenco”.

No primeiro teste de 2020, o América venceu o Serranense nesse domingo, por 2 a 1, em jogo-treino no CT Lanna Drumond. Os gols da atividade - fechada para a imprensa - foram do atacante Felipe Augusto e do zagueiro Lucas Kal. O Coelho estreará no Campeonato Mineiro contra a Caldense, na quarta-feira, 22 de janeiro, às 20h30, no Independência. Nas duas rodadas seguintes, pegará Villa Nova, em Nova Lima (25/1), e Tupynambás, em Juiz de Fora (29/1).

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: