Capa da Página Com show de Nacho, Atlético de Cuca goleia Coimbra e mantém 100% no Mineiro - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Com show de Nacho, Atlético de Cuca goleia Coimbra e mantém 100% no Mineiro

20/03/2021 às 08:30h

Facebook

A espera valeu a pena. Mais de três semanas depois do primeiro treinamento na Cidade do Galo, o meia Nacho Fernández, enfim, estreou com a camisa do Atlético. E não foi qualquer estreia. O argentino de 31 anos participou diretamente de três gols e comandou a goleada por 3 a 0 sobre o Coimbra, nesta sexta-feira, no Mineirão, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro.

O jogo marcou o retorno do técnico Cuca ao clube alvinegro após sete anos e apresentou adversidades para os donos da casa, que tiveram em campo vários dos titulares da temporada 2020 pela primeira vez no Estadual. Nos 25 minutos iniciais, o Coimbra criou boas oportunidades e chegou a abrir o placar, mas o gol foi mal anulado pela arbitragem.

Depois disso, brilhou a estrela de Nacho. Principal contratação do Atlético para a temporada 2021, o argentino marcou o primeiro gol, deu assistência para Igor Rabello fazer o segundo e sofreu o pênalti convertido por Hulk. Tudo isso no primeiro tempo. No segundo, o time alvinegro só administrou a vantagem.

Com o resultado, o Atlético mantém os 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro. O time alvinegro é líder da competição, com 15 pontos ganhos. Já o Coimbra soma apenas dois e é o lanterna.

O Atlético visita a Caldense, no Ronaldão, em Poços de Caldas, na sexta rodada da competição. Já o Coimbra recebe o Athletic Club, no Independência, em Belo Horizonte.

Originalmente, as partidas estão agendadas para esta quarta-feira. Porém, o governo estadual decidiu pela paralisação do Mineiro a partir desta segunda, como forma de conter o avanço da COVID-19.

Show do estreante


Quem ligasse a televisão durante os 25 primeiros minutos de jogo veria um Atlético afoito, desorganizado e muito frágil defensivamente. Mesmo com menos posse de bola, os ágeis atacantes do Coimbra ganhavam a maioria das disputas em velocidade contra a lenta marcação adversária e criavam boas oportunidades.

Numa dessas, os visitantes chegaram a abrir o placar após bela arrancada de Marquinho pela esquerda. A bola sobrou para Igor Oliveira, na pequena área, finalizar para as redes, aos seis minutos. A arbitragem, porém, invalidou equivocadamente o lance ao assinalar toque no braço do atacante do Coimbra. A bola, porém, bateu no ombro.

Desorganizado ofensiva e defensivamente, o Atlético de Cuca só conseguiu levar perigo ao gol rival aos 26 minutos, em finalização de fora da área do volante Allan. No lance seguinte, brilharam os gringos alvinegros. O paraguaio Junior Alonso encontrou um belo passe por elevação para o chileno Eduardo Vargas, que cruzou para o cabeceio certeiro do argentino Nacho Fernández: 1 a 0.

Ali começava o show do ex-meio-campista do River Plate, que estreava com a camisa atleticana. Aos 36 minutos, o argentino retribuiu a gentileza e deixou Vargas cara a cara com o goleiro Jori, que jogou a bola pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio - executada por Nacho -, Igor Rabello desviou de cabeça e ampliou a vantagem.

Nacho voltou a ser protagonista no lance do terceiro gol alvinegro, que saiu no último minuto regulamentar do primeiro tempo. Após bela jogada de Keno pela direita, o armador sofreu pênalti. Na cobrança, Hulk cobrou no ângulo direito do goleiro Jori e balançou as redes pela primeira vez pelo Atlético.

Vantagem administrada

O ritmo intenso do Atlético na metade final do primeiro tempo não se manteve na volta do intervalo. Com larga vantagem, o time alvinegro ficava com a bola, mas não conseguia finalizar. As chances eram raras. Defensivamente, porém, o time não sofria tanto quanto antes.

Cuca tentou aumentar a intensidade da equipe com mudanças. Guga, Matías Zaracho, Hyoran e Eduardo Sasha entraram no decorrer do segundo tempo, nas vagas de Mariano, Jair, Allan e Vargas. Depois, Nathan substituiu Keno.

E as trocas deram resultado. Apesar de o ritmo seguir lento em alguns momentos, o Atlético criou boas oportunidades, mas Sasha (duas vezes) e Hyoran não conseguiram ampliar a vantagem alvinegra. No fim das contas, o placar do primeiro tempo persistiu até o fim.

ATLÉTICO 3 X 0 COIMBRA

Fonte: Super Esportes

Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: