Capa da Página Cruzeiro bate o Vitória na estreia de Ney Franco e quebra jejum de cinco jogos na Série B - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 23º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

12/09/2020 às 08:51h

Cruzeiro bate o Vitória na estreia de Ney Franco e quebra jejum de cinco jogos na Série B

Facebook

Fim da série negativa. Em noite de estreia do técnico Ney Franco, o Cruzeiro marcou com Régis, no segundo tempo, e garantiu o triunfo por 1 a 0 sobre o Vitória, nesta sexta-feira, pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Cruzeiro volta a marcar três pontos na Série B após cinco jogos e ganha três posições na tabela. Com nove partidas (um a mais do que a maioria de seus concorrentes), o time celeste alcança 8 pontos e a 13ª colocação da competição nacional.

Nos próximos dias, Ney Franco terá tempo para trabalhar. O próximo duelo está marcado apenas para 19 de setembro, quando o Cruzeiro enfrentará o CSA, às 21h, no Rei Pelé, em Maceió, Alagoas. O Vitória, por sua vez, tem compromisso já na segunda-feira, às 20h, diante do Juventude, no Alfredo Jaconi.

O jogo

Com nova formação (do 4-2-3-1 para o 4-3-3), o Cruzeiro iniciou a partida com mais volume. Sob o comando de Ney Franco, a equipe avançou a marcação e conseguiu amassar o Vitória, especialmente nos 20 minutos iniciais. Mesmo assim, o time se mostrou ansioso nas tomadas de decisões e voltou a apresentar dificuldades para entrar na área adversária.

As principais chances do Cruzeiro aconteceram em chutes de média distância, aos 2’, 15’ e 35’, com Marcelo Moreno, Maurício e Airton, respectivamente. As tentativas, no entanto, não levaram tanto perigo ao gol de Ronaldo.

O ritmo intenso do Cruzeiro não durou muito. Na segunda metade da etapa inicial, o Vitória logo equilibrou a posse de bola e as ações ofensivas. Aos 46’, o Leão teve a melhor chance da partida. Leandro Silva aproveitou sobra na grande área, tocou de calcanhar e viu Fábio salvar o clube celeste com importante defesa.

Empenhado em buscar o resultado, o Cruzeiro voltou para a etapa final repetindo a atuação dos minutos iniciais do jogo. Principalmente com Airton, que ganhou quase todas as disputas de um contra um diante dos adversários. Aos 19’, ele puxou contra-ataque em velocidade e finalizou após várias fintas, mas a bola bateu na defesa do Leão. Na sobra, Thiago voltou a ter chute bloqueado.

O volume do Cruzeiro deu resultado. Aos 30’, Arthur Caíke recebeu passe de Filipe Machado, partiu em velocidade pela esquerda e serviu Régis, que entrava na área. O camisa 10 teve o trabalho de completar para o gol e abrir o placar no Mineirão. 1 a 0. Quatro minutos depois, quase Thiago ampliou. Ele entrou na área com bola dominada e acertou excelente finalização, mas Ronaldo salvou o Vitória.

Diferentemente do que se imaginava, o Cruzeiro não diminuiu o ímpeto e seguiu criando chances. Na reta final, Régis ainda acertou a trave esquerda de Ronaldo. O Vitória aproveitou os espaços dados e quase empatou com Matheusinho, aos 39', quando Cacá bloqueou. Desta forma, a vitória celeste saiu depois de cinco jogos sem triunfos na Série B do Brasileiro.

Fonte: Super Esportes

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: