Capa da Página Cruzeiro vai à Arena Condá buscando vingança contra carrasco recente Chapecoense - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro vai à Arena Condá buscando vingança contra carrasco recente Chapecoense

23/11/2020 às 09:43h

Facebook

Adversária do Cruzeiro na próxima terça-feira (24), às 21h30, na Arena Condá, em Chapecó, a líder Chapecoense defende uma invencibilidade de 16 jogos nesta Série B do Campeonato Brasileiro, a condição de única equipe que ainda não perdeu em casa na competição e uma vantagem de sete pontos em relação ao segundo colocado, que é o América. É a grande chance que a Raposa tem de vingar tudo o que os catarinenses representam em sua história recente de fracassos.

No ano passado, os dois clubes se enfrentaram no Estádio Independência, pela sexta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, exatamente na noite de 26 de maio. Logo depois da vitória da Chape por 2 a 1, o programa Fantástico, da Rede Globo, apresentou uma série de denúncias contra o presidente Wagner Pires de Sá, seu vice de futebol, Itair Machado, e o diretor-geral, Sérgio Nonato.

A partir daí, o Cruzeiro passou a viver a maior crise da sua história, que teve como capítulo mais marcante a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro.
E neste processo de queda, um jogo foi marcante foi justamente contra a Chapeceonse, em 13 de outubro de 2019, pela 25ª rodada.

O zagueiro Dedé abriu o placar logo aos três minutos. E a vitória era fundamental na briga contra o rebaixamento. O time, que já era comandado pelo técnico Abel Braga, segurou o resultado até os 49 minutos do segundo tempo, quando o meia Camilo decretou o empate, fazendo o Cruzeiro sofrer com a chamda “Lei do Ex”.

Decepção

Nesta Série B, depois de vencer as suas três primeiras partidas, contra Botafogo-SP (2 a 1), Guarani (3 a 2) e Figueirense (1 a 0), a Raposa recebeu a Chapecoense, no Mineirão, pela quarta rodada, sonhando com o G-4 da competição.

Mais uma vez, os cruzeirenses sofreram com a “Lei do Ex”. Com um gol do centroavante Anselmo Ramon, logo aos nove minutos, a Chapecoense acabou com a invencibilidade do time então comandado por Enderson Moreira.

Começava a péssima campanha do Cruzeiro no torneio. Foram cinco partidas sem vitória, série que provocou a queda do treinador, com a chegada de Ney Franco.
Num momento em que 12 pontos separam a equipe de Luiz Felipe Scolari do G-4 da Série B, grupo que garante o acesso no ano que vem, vingar tudo o que a Chapecoense provou ao Cruzeiro nessas duas últimas temporadas pode ser o ponto de partida para a reação cruzeirense.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: