Capa da Página Para seguir 100% e manter liderança, Atlético visita Botafogo pelo Brasileirão - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 22º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Para seguir 100% e manter liderança, Atlético visita Botafogo pelo Brasileirão

19/08/2020 às 09:00h

Facebook

Empolgado pelas três vitórias seguidas na largada do Campeonato Brasileiro, o Atlético tem os desafios de seguir com aproveitamento de 100% dos pontos disputados e manter a liderança. Para isso, os comandados do técnico Jorge Sampaoli enfrentam o Botafogo, no Rio de Janeiro. A partida, válida pela quarta rodada, está marcada para 21h30 desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos.

Outros dois times têm pontuação perfeita na competição. Com um jogo a menos que a maioria dos concorrentes, Vasco e Bahia somaram os seis pontos possíveis nas duas partidas que disputaram - três a menos que o ponteiro Atlético. Nesta rodada, visitam Ceará e São Paulo, respectivamente, a partir das 20h desta quinta-feira.

Além de manter a liderança, uma vitória sobre o Botafogo significaria ao time de Sampaoli registrar o melhor início do Atlético na história dos pontos corridos. Neste formato de disputa, a equipe mineira nunca manteve 100% de aproveitamento após quatro rodadas.

Antes de 2020, o melhor início foi registrado na última temporada, quando os então comandados de Rodrigo Santana venceram as três primeiras. Depois, porém, o desempenho caiu vertiginosamente e resultou numa amarga 13ª colocação ao fim da competição.

Considerado também o período anterior a 2003 - ano em que os pontos corridos foram adotados como formato de disputa -, o Atlético só concluiu a quarta rodada com aproveitamento perfeito em duas oportunidades: em 1977 e 1980. Os desfechos daquelas históricas equipes, porém, foram igualmente frustrantes, com derrotas nas finais do campeonato, para São Paulo e Flamengo, respectivamente.

Quem joga?

Apesar do favoritismo e do desejo de alcançar as marcas históricas, o elenco atleticano prega respeito ao Botafogo. Destaque da equipe carioca em 2019, o zagueiro Gabriel vive a expectativa de voltar ao time titular nesta quarta-feira. Ele destrinchou o adversário, o qual conhece muito bem.

“O Botafogo, principalmente no Rio de Janeiro, é muito forte. O Paulo Autuori é um grande treinador, que joga com duas linhas de quatro, bem compactadas, então temos ciência que será um jogo difícil. É uma equipe difícil de ser batida. Temos que ter cuidado com os contra-ataques, porque tem jogadores muito velozes também. Isso será fundamental”, avaliou.

Como é praxe, a escalação do Atlético é uma incógnita. Como fez nas rodadas anteriores, o técnico Jorge Sampaoli deve fazer alterações em relação aos 11 que iniciaram a vitória sobre o Ceará, nesse domingo. Porém, sejam quais forem os escolhidos, o argentino quer que o time mantenha a postura ofensiva e dominante.

“É nosso objetivo que (o time) ataque. Lamentavelmente, a situação (do jogo) às vezes gera uma antítese da (nossa) ideia. Temos que seguir sendo quem somos, em qualquer lugar, contra qualquer rival e da forma que seja o resultado”, disse o treinador, que conduziu o Atlético às vitórias sobre Flamengo (1 a 0), Corinthians (3 a 2) e Ceará (2 a 0) nas três primeiras rodadas.

Para a partida, o Atlético não conta o meia Nathan e o atacante Diego Tardelli por lesão. O volante Gustavo Blanco segue de fora, pois não está nas melhores condições físicas para atuar. Descartado por Sampaoli e em negociação com o Santos, Cazares nem viajou. Contratado nesta semana, o atacante Eduardo Sasha ainda não foi regularizado e, por isso, teve a estreia adiada. No time titular, existe a expectativa que alguns atletas ganhem descanso após sequência de jogos, como o zagueiro Junior Alonso.

O adversário

Por conta da final do Campeonato Baiano, a partida entre Botafogo e Bahia na primeira rodada foi adiado. Nos dois jogos seguintes, o time alvinegro acumulou empates contra Red Bull Bragantino e Fortaleza. Com isso, ocupa a 14ª colocação.

Em busca pela primeira vitória na competição, o Botafogo do técnico Paulo Autuori teve um desfalque de última hora. O lateral-esquerdo Victor Luís teve uma crise de apendicite e, por isso, não jogará. O substituto deverá ser Danilo Barcelos, ex-Atlético. Outra opção é deslocar Guilherme Santos do meio para o lado. Neste caso, Luiz Fernando ganharia a vaga na faixa central.

Outra ausência é a do lateral-direito Marcinho, que faz trabalhos de transição após se recuperar de lesão. Por outro lado, o polivalente Cícero e o atacante Pedro Raul estão liberados após se recuperarem de COVID-19.

BOTAFOGO X ATLÉTICO

Fonte: Super Esportes

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: