Capa da Página Sondado pelo Atlético e pedido por Cuca no Santos, Alê vira sósia de Nacho e elogia meia argentino - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

AMÉRICA MG

Sondado pelo Atlético e pedido por Cuca no Santos, Alê vira 'sósia' de Nacho e elogia meia argentino

06/04/2021 às 08:00h

Facebook

Um nasceu em 6 de junho de 1990, em Osasco, interior de São Paulo. O  outro, em Castelli, província de Buenos Aires (Argentina), em 12 de janeiro daquele mesmo ano. Curiosamente, em 2021, foram 'unidos' pelo futebol. De um lado, Alê, meio-campista do América. Do outro, Nacho Fernández, recém-contratado para ser o maestro do Atlético.

Além da coincidência de terem nascido no mesmo ano e de ocuparem a "meiúca" dentro das quatro linhas, os dois jogadores também possuem semelhanças físicas. Por isso, inclusive, foram alvos de brincadeiras durante o clássico deste domingo (4), vencido pelo Atlético por 3 a 1, no Mineirão.

"Começaram a falar disso na chegada dele (Nacho) ao Atlético. Antes não tinham brincado com isso. Com os vídeos de treinamentos e de jogos, passaram a notar esta semelhança e começaram as brincadeiras com mais frequência. Ontem foi  a primeira oportunidade de enfrentá-lo. É um jogador de alto nível, acima da média. Tem muita qualidade e um estilo de jogo bem diferente. Acredito que terá muito sucesso no Atlético", destaca Alê.

Em 2020, inclusive, ele foi sondado pelo Galo, a pedido de Jorge Sampaoli, técnico naquela oportunidade. Contudo, de vínculo renoado com o América até maio de 2022, ele acabou seguindo no Coelho. Na mesma época, foi procurado também por Cuca, que o queria no Santos. O treinador, curiosamente, agora comanda o time mineiro.

"Foi mais uma sondagem sobre a minha situação. Um diirigente do Atlético entrou em contato com o América, perguntando da minha situação, mas não passou disso, até porque eu tinha acabado de renovar. Com o Cuca já foi uma conversa mais direta. Ele me procurou pessoalmente, me fazendo o convite. A situação era mais complicada pelo fato da punição do Santos na Fifa. Tiveram apenas um dia para conversar e negociar, mas acabou não acontecendo e pude dar continuidade por aqui, com muita satisfação e alegria", conta o meia.

Ainda sobre Nacho, Alê é questionado se as semelhanças vão além das coincidências. E, para ele, sim!

"Já tinha assistido alguns jogos do Nacho pelo River, principalmente pela Libertadores. Acho que talvez a semelhança mais forte comigo é o prazer de ter a bola no pé. Deu pra ver que ele busca o jogo inteiro e que gosta do jogo curto. Ele pensa com muita rapidez. Também gosto disso, finaliza.

Com 18 pontos conquistados até a sétima rodada do Estadual, o Atlético é o líder. O América, com três a menos, ocupa a segunda colocação do Módulo II. Em 2021, além do Mineiro, as duas equipes têm encontro marcado também no Campeonato Brasileiro, representando Minas Gerais na elite do futebol nacional.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Montagem - Pedro Souza/Atlético; América/Divulgação /


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: