Capa da Página Após conseguirem parte das compensações dos danos causados pela Vale, moradores de Meireles reivindicam mais recursos para reparações - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 10º MIN 26º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

20/04/2021 às 08:50h

Após conseguirem parte das compensações dos danos causados pela Vale, moradores de Meireles reivindicam mais recursos para reparações

Facebook

A comunidade de Meireles se posicionou em relação ao acordo entre Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), Prefeitura e Mineradora Vale sobre a destinação de parte da multa no valor de R$ 1 milhão pelo atraso da entrega da nova adutora do Rio Pará.

Os moradores fizeram questão de destacar inicialmente que nenhuma gota d'água da nova adutora chegará às torneiras das casas do povoado, que é abastecido por um poço artesiano local.

Segundo eles, a comunidade de Meireles não foi consultada se concordaria ou não com a obra, e se os moradores estariam dispostos a se submeter aos inconvenientes. Eles afirmam que viram a vida simples e pacata ser transformada numa rotina de canteiro de obra com barulho de máquinas pesadas, tráfego de caminhões gerando poeira que invadia as casas causando problemas de saúde nas pessoas e interdições de estradas.

Quanto a viabilização da destinação do valor de R$ 1 milhão para ações de compensação, a comunidade de Meireles não tem dúvida que se não tivesse mobilizado nada teria recebido.

Para eles, se trata de uma multa consequente da má execução de uma obra que a própria Vale planejou e executou e não foi um gesto de boa vontade ou de reconhecimento pelos inconvenientes que ela causou. Agora, os moradores esperam que a mineradora cumpra as obrigações de reparação, pois não vão se conformar em receber menos do que tem direito.

Agora a comunidade espera que o MPMG continue a cumprir o seu papel na defesa de direitos dos cidadãos e dos interesses da sociedade, como se tem feito até então, como confirma Marcilene Batista, moradora de Meireles, em entrevista ao JC Notícias:

Clique e ouça Marcilene Batista

De acordo com o MP, de R$ 1 milhão em obras a serem executadas em Meireles, R$ 550 mil vai para reforma da Escola Municipal Marechal Deodoro, R$ 200 mil para reforma e equipagem do posto de saúde da comunidade, R$ 150 mil na reforma da praça e implantação de uma estrutura de feira de produtos artesanais, e R$ 100 mil na construção de um velório.

Por Sérgio Viana

Fotos: Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: