Capa da Página Após Pará de Minas regredir para a onda vermelha, Comitê vai se reunir para discutir novas medidas temporárias em relação ao comércio - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 17º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

15/01/2021 às 08:19h

Após Pará de Minas regredir para a onda vermelha, Comitê vai se reunir para discutir novas medidas temporárias em relação ao comércio

Facebook

A microrregião de Pará de Minas, que representa 7 cidades, regrediu para a onda vermelha do Plano Minas Consciente do Governo Estadual. A atualização do Comitê Extraordinário da Covid-19 ocorreu nessa quinta-feira (14), e passa a valer no sábado (16).

Na última quarta-feira (13), o Comitê Extraordinário já havia decidido que a Macrorregião Oeste, na qual está inserida Pará de Minas, além de outras 9 regiões de saúde seriam mantidas na onda vermelha do Plano Minas Consciente, quando somente os serviços essenciais têm o funcionamento autorizado, como padarias, supermercados, farmácias e bancos.

Vale destacar que caso as ondas indicadas para as macros e microrregiões fossem diferentes, caberia ao prefeito optar por qual das duas recomendações deveria seguir. Porém com as duas na onda vermelha, a Prefeitura de Pará de Minas não tem outra opção.

Diante das novas mudanças, a reportagem do JC Notícias procurou a Prefeitura, através do procurador-geral do município, Hernando Fernandes, o qual explicou que essas ondas têm validade a partir do dia 16 de janeiro, e até lá, o Comitê Gestor Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus terá condições de estudar todo o protocolo para verificar quais as medidas que serão tomadas para Pará de Minas.

Ainda segundo Hernando Fernandes, atualmente Pará de Minas segue o decreto 11.415/2021, que tem validade até terça-feira (19). Porém ele não descarta uma reunião extraordinária do Comitê de Enfrentamento a Covid-19, para rever as medidas temporárias em relação ao comércio. O procurador ainda lamenta a regressão das ondas e acredita que as festas de fim de ano contribuíram para o aumento de casos de coronavírus:

Clique e ouça Hernando Fernandes

Questionado sobre a possibilidade de Pará de Minas sair do Plano Minas Consciente e tomar suas próprias decisões, Hernando Fernandes explica que ainda não existe intenção do Município:

Clique e ouça Hernando Fernandes

Ainda não foi estipulado uma data para reunião do Comitê.

Por Sérgio Viana

Fotos: Arquivo Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: