Capa da Página Após quase um mês de testes, sistema de captação de água do Rio Pará apresenta bons resultados - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 14º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

04/03/2021 às 08:43h

Após quase um mês de testes, sistema de captação de água do Rio Pará apresenta bons resultados

Facebook

Nessa quarta-feira (3), o superintendente da concessionária Águas de Pará de Minas, Rodrigo Macool e o prefeito Elias Diniz (PSD) estiveram na captação do sistema de água do Rio Pará, construída pela mineradora Vale, para acompanhar o desenvolvimento da operação assistida da adutora, antes dela ser entregue definitivamente ao município. A ação será realizada por mais 30 dias, porém pode ser prorrogada em caso de necessidade.

A operação assistida realizada pela empresa Águas de Pará de Minas, em parceria com a Vale foi iniciada após a assinatura do termo de recebimento provisório do Sistema de Abastecimento do Rio Pará pela concessionária e Prefeitura Municipal, no dia 9 de fevereiro.

Nesta fase, a empresa está operando o sistema e direcionando eventuais problemas que deverão ser solucionados pela mineradora. A nova adutora, de 48 quilômetros de extensão, responsável por transportar água do Rio Pará até a Estação de Tratamento de Água (ETA) Nossa Senhora das Graças, foi construída para recompor o Sistema de Captação do Rio Paraopeba, suspenso desde 2019 devido à contaminação de rejeito resultante do rompimento da barragem em Brumadinho.

A capacidade do sistema do Rio Pará será de pouco mais de um milhão de litros por hora, mesma vazão outorgada para o município no Rio Paraopeba. O superintendente da concessionária, Rodrigo Macool, explica que a operação assistida vem transcorrendo dentro do previsto:

Clique e ouça Rodrigo Macool

O prefeito Elias Diniz ficou satisfeito com os primeiros resultados e acredita que futuramente, quando o Rio Paraopeba estiver em condições, Pará de Minas terá o dobro de água para abastecimento da cidade:

Clique e ouça Elias Diniz

A adutora era para ser entregue pela Vale em 10 de julho do ano passado, conforme combinado no TAC. No documento, o Ministério Público estipulou multa de R$ 100 mil por dia em caso de atraso. A cobrança dos valores será analisada entre ambas as partes nos próximos dias.

Por Sérgio Viana

Fotos: Prefeitura de Pará de Minas


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: