Capa da Página Câmara aprova importantes projetos e discute situação da Coopará, que recentemente suspendeu as atividades - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 8º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

06/07/2022 às 07:59h

Câmara aprova importantes projetos e discute situação da Coopará, que recentemente suspendeu as atividades

Facebook

Três projetos de lei foram aprovados durante reunião ordinária dessa semana da Câmara Municipal de Pará de Minas. O primeiro aprovado foi o PL 34/2022, de autoria do Poder Executivo Municipal, que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2023.

Outro projeto aprovado foi o PL 75/2022, do Poder Executivo, que autoriza o Município a promover abertura de crédito no valor de R$ 10 mil, destinando o recurso para as despesas patronais do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg).

A terceira matéria aprovada foi o PL 63/2022, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a regularização fundiária rural e urbana em Pará de Minas, como explica o presidente da Câmara Municipal de Pará de Minas, Nílton Reis Lopes (MDB):

Clique e ouça Nílton Reis

A reunião dessa semana foi a última antes do recesso parlamentar de meio de ano que começa no dia 10 de julho e vai até 10 de agosto. Os vereadores poderão se reunir durante esse período através de reuniões extraordinárias, que tem o objetivo de votar projetos, quando necessário ou urgente, como explica o presidente da Câmara:

Clique e ouça Nílton Reis

Durante a sessão, o vereador Marcílio Magela de Souza (MDB) apresentou informações sobre a situação da Coopará, que suspendeu suas atividades de laticínio, devido as condições financeiras. Ele informou que já entrou em contato com o presidente da cooperativa, Juvenal Franklin Fonseca para marcar uma reunião em busca de resolver o problema da empresa que já tem mais de 70 anos no mercado:

Clique e ouça Marcílio Magela

Tradicionais e apreciados pelos consumidores da região, os produtos do Coopará desapareceram do mercado, há alguns dias, gerando questionamentos por parte da população.

Segundo apurado pelo JC Notícias, a cooperativa sofre com dívidas altas, e com isso, houve constantes atrasos nos salários dos funcionários e diretores, gerando suspensão das atividades.

Recentemente, o presidente da Coopará, Juvenal Franklin Fonseca, informou que a venda de parte dos imóveis da cooperativa ajudaria a pagar as dívidas, voltando a produção normal dos laticínios.

Por Sérgio Viana

Fotos Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: