Capa da Página IMA alerta para a vacinação contra a brucelose no estado - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 9º MIN 23º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

09/04/2021 às 08:00h

IMA alerta para a vacinação contra a brucelose no estado

Facebook

Produtores que possuem em seus rebanhos fêmeas bovinas e bubalinas de 3 a 8 meses têm até 30 de junho para providenciar a vacinação contra brucelose de suas bezerras. A medida é obrigatória e deve ser cumprida todo ano a cada semestre. No estado, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), supervisiona a vacinação, em consonância com as diretrizes do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT).

Em entrevista ao JC Notícias, Lucas Silva Jardim, chefe do escritório seccional do IMA de Pará de Minas alerta sobre a importância da vacinação contra a brucelose em todas as fazendas. Ainda segundo ele, a imunização é feita somente por médico veterinário cadastrado no PNCEBT ou por vacinador sob sua responsabilidade.

Clique e ouça Lucas Jardim

A compra da vacina contra brucelose somente é permitida mediante apresentação do receituário, emitido por médico veterinário cadastrado que fica retido no estabelecimento comercial. A vacina adquirida deve ser mantida entre dois e oito graus centígrados do momento da compra até a vacinação das fêmeas.

O produtor é obrigado a declarar a imunização ao IMA, de acordo com a legislação, como explica Lucas Jardim. Ele recomenda que os atestados sejam enviados ao escritório de cada região, após a vacinação:

Clique e ouça Lucas Jardim

Os e-mails do IMA são: [email protected] ou [email protected]. O órgão também conta com a parceria de algumas entidades e prefeituras que servem de postos de atendimento a população. O telefone do escritório do IMA Pará de Minas é o 3236-3623.

O produtor que não vacinar contra brucelose é passível de ser multado no valor de 25 Ufermgs o que equivale a R$ 98,6/bezerra, tendo como base o número de fêmeas de 0 a 12 meses da última declaração prestada ao IMA em ficha cadastral. Já o produtor que deixar de declarar a vacinação contra brucelose ao IMA está sujeito a multa em 5 Ufemgs, valor de R$ 19,72/bezerra.

A brucelose é uma das causas de perdas econômicas na pecuária, já que pode provocar queda na produção de leite, perda de peso dos animais e aborto. A doença é causada pela bactéria Brucella abortus, sendo classificada como uma zoonose, pois pode ser transmitida do animal infectado para o ser humano.

Por Sérgio Viana

Fotos: Arquivo Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: