Capa da Página Morte de morador de Pará de Minas por suspeita de Dengue será investigada - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

08/04/2020 às 08:56h

Morte de morador de Pará de Minas por suspeita de Dengue será investigada

Facebook

Pará de Minas registrou em uma semana mais 257 casos prováveis de Dengue, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), nessa terça-feira (7). O município aparece com 1.779 registros no ano, considerado muito alto para o número de habitantes. Foram registrados ainda 2.093 notificações da doença.

Nenhuma morte provocada pela Dengue em Pará de Minas foi confirmada no Boletim da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), porém segundo o secretário municipal de Saúde, Wagner Magesty, está sendo investigado mais um óbito, agora de um morador de Pará de Minas com sintomas da doença. O paciente havia sido internado em Divinópolis.

O secretário acredita que essa morte do morador de Pará de Minas e outra que ocorreu há alguns dias na cidade, serão confirmadas nos próximos dias, pela Secretaria de Estado de Saúde:

Clique e ouça Wagner Magesty

Wagner Magesty novamente pede a colaboração de todos os pará-minenses na luta contra o mosquito Aedes aegypti. Os proprietários que não mantiverem os imóveis limpos em Pará de Minas serão notificados e, posteriormente, multados.

Clique e ouça Wagner Magesty

Vale ressaltar que o município, no último LIRAa – Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti – apresentou índice de 6,2%, o que já caracteriza Pará de Minas em situação de surto de Dengue.

Três casos suspeitos de Chikungunya foram registrados em Pará de Minas. Já com relação ao Zika vírus, a cidade continua com 5 casos prováveis da doença.

Em 2020, Minas Gerais registrou 44.042 casos prováveis de dengue até o momento. Quanto aos óbitos, foram registrados quatro em decorrência da doença nos municípios de Alfenas, Medina, Itinga e Carneirinho. Há, ainda, 20 mortes em investigação.

Em relação à Febre Chikungunya, foram registrados em 2020, até o momento, 763 casos prováveis da doença. Há um óbito em investigação no município de Campo Belo.

Já em relação à Zika, em 2020 foram registrados 242 casos prováveis, sendo 27 em gestantes.

Por Sérgio Viana

Fotos Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: