Capa da Página Justiça revoga prisão preventiva de investigado na morte de segurança em Divinópolis - Policial - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Policial

14/10/2021 às 08:41h

Justiça revoga prisão preventiva de investigado na morte de segurança em Divinópolis

Facebook

A Primeira Vara Criminal de Divinópolis deferiu nessa quarta-feira (13) o pedido de liberdade de Pedro Lacerda, investigado na morte do segurança Edson Carlos Ribeiro. O empresário estava no Presídio Floramar e foi solto, segundo o advogado de defesa, William Gomes Melo.

Pedro Lacerda foi preso no dia 26 de setembro, em flagrante, após ter agredido o segurança com um soco em uma festa, no Parque de Exposições. A Polícia Civil emitiu um laudo pericial na última sexta-feira (5) que concluiu que a causa da morte do segurança foi uma mal súbito cardíaco.

Liberdade

A defesa disse que o pedido de revogação da prisão que foi deferido foi feito durante o feriado, após a apresentação do laudo pericial na sexta-feira (8). O inquérito isentou Pedro Lacerda da morte do segurança constatou que a lesão por si só não seria suficiente para causar morte e que o óbito ocorreu em decorrência de uma doença cardíaca. Por conta do feriado, o pedido só foi julgado nessa quarta-feira (13).

O laudo pericial apresentado pela Polícia Civil na tarde da última sexta-feira (8) apontou que o segurança Edson Carlos Ribeiro teve morte súbita cardíaca. Segundo a equipe, a causa da morte não teve relação com a agressão sofrida pelo investigado.

Com informações do G1

Foto: Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: