Capa da Página Pesquisa liga ir à cama entre 22h e 23h a menor risco de doenças cardíacas - Saúde - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Saúde

10/11/2021 às 07:37h

Pesquisa liga ir à cama entre 22h e 23h a menor risco de doenças cardíacas

Facebook

Parece haver um horário ideal para dormir — entre 22h e 23h — associado a uma melhor saúde do coração, sugerem pesquisadores que analisaram 88 mil voluntários.

A equipe por trás do estudo, conduzido pelo UK Biobank, acredita que a sincronização do sono para corresponder ao nosso relógio biológico interno pode explicar a associação encontrada com um risco reduzido de ataques cardíacos e derrames.

O UK Biobank é um banco de dados biomédico em grande escala, que contém informações genéticas e de saúde detalhadas de meio milhão de pessoas no Reino Unido.

O ritmo natural de 24 horas do corpo é importante para o bem-estar e o estado de alerta. Também pode afetar fatores como a pressão arterial.

'Coração saudável no longo prazo'
Para chegar a essas descobertas, os pesquisadores coletaram dados sobre os tempos de sono e acordados de voluntários ao longo de sete dias com um dispositivo semelhante a um relógio de pulso.

E acompanharam o que aconteceu com os participantes em termos de saúde cardíaca e circulatória durante uma média de seis anos.

Pouco mais de 3 mil adultos desenvolveram doenças cardiovasculares.

Muitos desses casos ocorreram em pessoas que foram para a cama mais tarde ou mais cedo do que o "ideal" das 22h às 23h.

Essa associação permaneceu após o ajuste para duração e irregularidade do sono.

Os pesquisadores tentaram controlar outros fatores conhecidos por afetar o risco cardíaco de uma pessoa, como idade, peso e níveis de colesterol, mas enfatizam que seu estudo não pode provar causa e efeito.

O autor do estudo, David Plans, da Universidade de Exeter, na Inglaterra, disse: "Embora não possamos concluir a causalidade de nosso estudo, os resultados sugerem que o relógio biológico pode ser afetado dependendo da hora em que vamos dormir, com consequências adversas para a saúde cardiovascular".

"O horário mais arriscado é depois da meia-noite, potencialmente porque pode reduzir a probabilidade de ver a luz da manhã, o que zera o relógio biológico."

Regina Giblin, enfermeira cardíaca sênior da ONG British Heart Foundation, disse: "Este grande estudo indica que dormir entre 22h e 23h pode ser o momento ideal para a maioria das pessoas manter o coração saudável no longo prazo".

Dormir o suficiente é importante para nosso bem-estar geral, bem como para nossa saúde cardíaca e circulatória, e a maioria dos adultos deve dormir de sete a nove horas por noite, disse ela.

"Mas o sono não é o único fator que pode afetar a saúde do coração. Também é importante observar seu estilo de vida, como pressão arterial e níveis de colesterol, manter um peso saudável e praticar exercícios regularmente, reduzindo o consumo de sal e álcool, e uma dieta balanceada também pode ajudar a manter o coração saudável."

O estudo foi publicado na revista científica European Heart Journal.

Fonte: G1

Foto: Rádio Espacial FM / AdobeStock_273856101

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: