Capa da Página Ford assina termo de intenção de venda da fábrica de São Bernardo do Campo para construtora - Veículos - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 6º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Veículos

22/06/2020 às 09:52h

Ford assina termo de intenção de venda da fábrica de São Bernardo do Campo para construtora

Facebook

A Ford anunciou nesta sexta-feira (19) a assinatura de um memorando com intenção de venda da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) para a construtora São José. Nesta semana, a prefeitura da cidade disse que a fábrica havia sido negociada por R$ 550 milhões.

O valor, no entanto, não foi confirmado pela montadora, que afirma ainda ser necessária outra etapa para a negociação ser concretizado.

"A conclusão final desse processo depende da realização de uma diligência conjunta, que deve ser completada no prazo de aproximadamente 90 dias. A Construtora São José atua hoje em dez estados brasileiros e conta com um portfólio diversificado de obras", disse a empresa, em comunicado.

Antes de Ford e a construtora São José assinarem o termo de intenção de venda, o grupo Caoa foi um nome indicado como interessado na compra da fábrica, mas acabou não fechando o negócio.
“A assinatura desse memorando de intenções é um passo importante para a concretização da venda da fábrica de São Bernardo”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul e Grupo de Mercados Internacionais.

A empresa disse que está passando por um processo de transformação para "agilizar suas operações e melhor atender os consumidores".

Fechou no ano passado
Antes do fechamento das portas da fábrica, a Ford havia anunciado em fevereiro do ano passado que encerraria a produção de caminhões na cidade. A unidade tinha cerca de 2,7 mil funcionários no anúncio de encerramento das atividades. A fábrica de São Bernardo foi adquirida pela Ford há 52 anos.

O fechamento da Ford provocou impacto econômico em cerca de 4,8 mil famílias que vivem no entorno da antiga montadora.

Foto: Reuters/Nacho Doce

Fonte: G1



Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: