Capa da Página Lula disse que para governar precisava lidar com chantagens, conta Mujica - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

09/05/2015

Lula disse que para governar precisava lidar com chantagens, conta Mujica

Facebook

O ex-presidente do Uruguai José Mujica afirmou, em um livro escrito por dois jornalistas uruguaios, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou o mensalão e que viveu o episódio "com angústia e um pouco de culpa".

No livro "Una oveja negra al poder" (Uma ovelha negra no poder, em tradução livre), de Andrés Danza e Ernesto Tulbovitz, o ex-presidente do Uruguai relata que Lula lhe disse: "Neste mundo tive que lidar com muitas coisas imorais, chantagens".

O caso foi revelado pelo jornal "O Globo" nesta quinta-feira. A reportagem teve acesso às páginas do livro em que Mujica conta que Lula comentou o caso do mensalão em uma visita ao brasileiro algumas semanas antes que assumisse o mandato no Uruguai. O então vice-presidente de Mujica, Danilo Astori, estava junto.

De acordo o livro, Mujica diz que Lula lhe justificou: "Essa era a única forma de governar o Brasil". Mujica defende o brasileiro, dizendo que grandes políticos tiveram que recorrer a mecanismos semelhantes -e que este seria "o preço infame das grandes obras".

"[Lula] É um dos sujeitos mais brilhantes da América Latina e dos líderes internacionais que eu mais escuto", afirmou.

DILMA
O ex-presidente do Uruguai afirma que Lula sempre esteve pronto para dar-lhe conselhos, e que devido a essa proximidade soube que Dilma Rousseff seria indicada para concorrer à Presidência do Brasil antes que isso se tornasse público. "Ele a inventou", disse.

Segundo a publicação, Mujica desejava "profundamente" que Dilma fosse eleita.

Mujica conta ainda que Lula lhe recomendou que desse apoio declarado a Tabaré Vazquez, que o sucedeu na Presidência do Uruguai. "Quando eu era presidente e decidi apoiar Dilma, me diziam que não me metesse na campanha eleitoral. Então, eu falava de manhã, de tarde e de noite e deu resultado. Você tem que fazer o mesmo."

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: