Capa da Página Especialista explica sintomas e como tratar a depressão que leva algumas pessoas ao suicídio - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

06/12/2019 às 09:04h

Especialista explica sintomas e como tratar a depressão que leva algumas pessoas ao suicídio

Facebook

O primeiro relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre prevenção do suicídio, lançado em 2014, começa com uma afirmação taxativa: o suicídio pode ser prevenido.

Apesar disso, a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do mundo, totalizando mais de 800 mil mortes por ano. Essa é a segunda causa de morte em jovens entre 15 e 29 anos, responsável por 50% das mortes violentas entre homens e por 71% entre mulheres.

A taxa de suicídio no país cresceu 10,4%. “Embora ainda apresentemos uma taxa relativamente baixa – temos de 11 mil a 12 mil mortes por suicídio por ano –, os números estão piorando sequencialmente.

A depressão atinge cerca de 12 milhões de pessoas no Brasil e cada vez jovens e adolescentes vem sendo diagnosticados com essa doença que pode até causar a morte. Os sintomas das doenças entre os mais jovens podem ser diferenciados, e por isso é preciso ter bastante atenção com as especificidades.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) a depressão é a segunda causa de morte entre jovens da faixa etária entre 15 e 29 anos. O número daqueles que sofrem de transtornos como depressão e ansiedadetambém é considerável: 15% da população nesta mesma faixa etária sofre deste tipo de doença.

Sobre o assunto, a reportagem do Jornal da Cidade conversou com o psicanalista e psicólogo, Marcelo Guaraciaba, o qual comenta que os números são alarmantes:

Clique e ouça Marcelo Guaraciaba

Marcelo Guaraciaba comenta sobre os indícios de uma possível depressão em uma pessoa, e o que é o correto a ser feito por parte do paciente e pela família:

Clique e ouça Marcelo Guaraciaba

Marcelo Guaraciaba explica que a depressão tem cura:

Clique e ouça Marcelo Guaraciaba

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) atende voluntária e gratuitamente, sob total sigilo, todas as pessoas que querem conversar sobre o assunto. O atendimento é por telefone, e-mail, chate voip e funciona 24 horas, todos os dias.

A ligação para o CVV, que atua em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS) por meio do número 188, é gratuita e pode ser feita de qualquer linha telefônica fixa ou celular.

Por Igor Araujo


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: