Capa da Página Saiba como será a influência do contrato verde e amarelo na geração de empregos nos próximos anos - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 17º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

04/12/2019 às 09:48h

Saiba como será a influência do contrato verde e amarelo na geração de empregos nos próximos anos

Facebook

O governo federal anunciou recentemente um programa que visa incentivar a contratação de jovens entre 18 e 29 anos. A iniciativa, chamada de Verde e Amarelo,reduz de 30% a 34% os custos para o empregador; flexibiliza o trabalho aos domingos; incentiva o microcrédito; e prevê mudanças jurídicas relacionadas a processos trabalhistas.

De acordo com o Ministério da Economia, o objetivo é gerar 1,8 milhão de empregos até 2022. Mas há quem discorde dessa perspectiva do governo, já que, segundo especialistas da área trabalhista e previdenciária, o contrato Verde e Amarelo precariza as condições do trabalhador e seus respectivos direitos.

Nesse cenário, a reportagem do JC Notícias conversou com o advogado trabalhista e previdenciário, Doutor Márcio Campos. Em entrevista, ele explica o que é o contrato Verde e Amarelo proposto pelo governo e como essa medida se dará na prática para empregado e empregador:

Clique e ouça Márcio Campos

Dr. Márcio explica quais são as regras impostas pelo contrato proposto pelo governo:

Clique e ouça Márcio Campos

O advogado especialista em direito trabalhista e previdenciário ressalta ainda que o novo contrato visa taxar o seguro-desemprego:

Clique e ouça Márcio Campos

Por fim, Dr. Márcio comenta se o novo contrato Verde e Amarelo vai realmente gerar novos empregos, como acredita o governo federal:

Clique e ouça Márcio Campos

De acordo com o Ministério da Economia, entidades preveem que, com esse novo tipo de contrato, será possível gerar cerca de 500 mil empregos por ano até 2022.

Por Henrique Silva


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: