Capa da Página Xeque? Presidente do Cruzeiro diz que recebeu pedido para encontro com possível investidor e revela outras três ofertas - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 8º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Xeque? Presidente do Cruzeiro diz que recebeu pedido para encontro com possível investidor e revela outras três 'ofertas'

07/02/2020 às 09:08h

Facebook

Presidente em exercício do Cruzeiro, José Dalai Rocha revelou nesta quinta-feira, depois de reunião ordinária do Conselho Deliberativo, que recebeu um pedido de um conselheiro para se reunir com um xeque, interessado em investir no clube. Essa solicitação partiu de Vitório Galinari, um dos principais aliados do ex-presidente Wagner Pires de Sá.

“Eu recebi um pedido de encontro do conselheiro que representa esse grupo. Não é o primeiro grupo que quer financiar o Cruzeiro. O Cruzeiro é um potencial. Apesar da posição momentânea de baixa, o Cruzeiro é uma mercadoria de altíssimo valor. Temos nem uma, nem duas, nem três, temos quatro propostas de financiamento. A do Xeque é uma delas”, garantiu.

“As outras três (ofertas) foram trazidas também por conselheiros. Nesta sexta-feira eu iria a Brasília para negociar com um dos grupos, mas a reunião sobre o Profut foi cancelada e não poderemos mais ir. Mas estávamos com passagem marcada para encontrar com um grupo financiador”, disse.

“Esse grupo não estaria interessado em comprar o departamento de futebol. A proposta não é comprar, é financiar. Uma revisão tributária, uma valorização dos recebíveis em troca de financiamento. São propostas variadas e de complexidade. Não podemos explicar em cinco minutos a complexidade dessas propostas. A maior importância são elas existirem. Não se compra cachorro morto”, complementou.

O Cruzeiro vive grave crise financeira. Estima-se que a dívida geral do clube já esteja próxima de R$ 1 bilhão. Até setembro, dependendo de determinações da Fifa, a Raposa poderá ter de quitar R$ 44,3 milhões em débitos feitos ao longo dos últimos anos com outras equipes e cobradas na entidade máxima do futebol.

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: