Capa da Página - Pará-minenses pedem volta do comércio, mas ressaltam importância de haver os cuidados necessários contra o Coronavírus - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 7º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

04/04/2020 às 09:00h

Pará-minenses pedem volta do comércio, mas ressaltam importância de haver os cuidados necessários contra o Coronavírus

Facebook


Diante do atual cenário que vive Pará de Minas por causa da pandemia do Coronavírus, em que o comércio não funciona, IPTU é apenas adiado e investimentos em novos túmulos são feitos, a reportagem do Jornal da Cidade promoveu uma enquete com alguns pará-minenses sobre a situação em que a cidade passa no momento.

Os entrevistados foram questionados se concordam com as medidas tomadas pela Prefeitura de Pará de Minas e com a paralisação do comércio, uma vez que as contas de abril começam a chegar e, muitas pessoas estão apreensivas se terão como arcar com seus compromissos.

Para o empresário Juliano Bruno, é correto tomar medidas de segurança, porém elas precisam ser estendidas ao comércio varejista e não apenas ao setor da alimentação:

Clique e ouça Juliano Bruno

Letícia Buzatti, também empresária, tem a opinião similar ao de Juliano Bruno. Para ela, o comércio precisa voltar, desde que haja medidas de segurança. Ela comenta também que o IPTU deveria ser prorrogado por pelo menos três meses para que as pessoas tenham tempo de se recuperar:

Clique e ouça Letícia Buzatti


Marisa Batista, servidora pública, considera um absurdo o prefeito Elias Diniz não estender por mais tempo o pagamento do IPTU:

Clique e ouça Marisa Batista

Carlos Martins, que atua na área de vendas, foi desligado recentemente da empresa onde trabalhava. Mesmo assim, ele apoia o fechamento do comércio, uma vez que, na visão dele, os estabelecimentos que podem ficar abertos não estão tomando os cuidados necessários:

Clique e ouça Carlos Martins

Assim como Carlos, a estudante Maria Eduarda Oliveira entende a posição da Prefeitura quanto as restrições ao comércio. Entretanto, ela ressalta que as prioridades dos gastos do poder executivo deveriam ser outras, como a compra de respiradores para a rede de saúde pública:

Clique e ouça Maria Eduarda Oliveira


Por fim, Eliana Aparecida de Faria ressalta que as medidas de segurança são necessárias e não é o momento de reabrir o comércio. Ela opina ainda sobre os investimentos que a Prefeitura vai fazer no cemitério municipal e a cobrança do IPTU já para o mês de abril:

Clique e ouça Eliana Aparecida


Recentemente, o prefeito Elias Diniz afirmou que o comércio permanecerá fechado como medida de segurança diante do Covid-19 e seguirá o decreto publicado pelo governador Romeu Zema (Novo) que impede as atividades comerciais por tempo indeterminado.

Por JC Notícias

Foto: Rádio Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: