Capa da Página Após derrota do Cruzeiro, Ney Franco cita problemas físicos, explica entrada de Roberson e lamenta: Todos estão frustrados - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Após derrota do Cruzeiro, Ney Franco cita problemas físicos, explica entrada de Roberson e lamenta: 'Todos estão frustrados'

05/10/2020 às 09:01h

Facebook

Ney Franco precisou explicar mais uma atuação ruim do Cruzeiro após a derrota por 1 a 0 para o Cuiabá, neste sábado, na Arena Pantanal, no Mato Grosso. O treinador citou problemas físicos, disse que precisou fazer alterações em razão desta dificuldade, e tentou explicar as substituições na equipe. Na etapa final, ele trocou os meio-campistas com capacidade de armação por atacantes, deixando o time ainda mais pobre.

“A gente pagou caro no último lance do jogo. A gente jogou, e foi tema de palestra, o jogo inteiro com a equipe bem organizada em campo, o sistema defensivo sólido, indo para o ataque deixando a equipe protegida. No último lance, uma falta lateral muito distante, a gente se lançou para o ataque. Você joga no Cruzeiro, quer ter os três pontos, e nesse último lance a nossa equipe ficou mal posicionada. Eles foram felizes no contra-ataque no único momento  que nossa defesa ficou desprotegida. A gente pagou caro por um detalhe do jogo”, disse.

“Todas as substituições foram para o time ganhar força ofensiva, jogar com mais jogadores na área do Cuiabá. E também muito no plano físico. As duas primeiras substituições tiveram esse detalhe, tanto Régis como Maurício estavam caindo o desempenho na parte física. Tirei um jogador com a característica de meio-campo e coloquei outro jogador aberto. Coloquei outro atacante por dentro também. O Roberson tem, como característica, fazer esse trabalho de meia de ligação. Ele tinha também a possibilidade de chegar ao ataque, fazendo a dupla com o Moreno”, complementou.

Roberson, no entanto, não realizou nenhuma das funções. De acordo com números do Sofascore, ferramenta que disponibiliza estatísticas das partidas, o atacante trocou apenas oito passes, sendo só três corretos, e errou a única finalização ao gol. O jogador ficou em campo por 20 minutos.

A derrota com um gol no último lance do jogo foi sentida pelo grupo, de acordo com Ney Franco. O treinador afirmou que todos deixaram a Arena Pantanal com um sentimento de frustração, “lambendo a ferida”.  

“A gente está procurando essa regularidade. A gente precisa disso. Agora temos seis rodadas para o término do primeiro turno. O próximo jogo dentro de casa, já mobilizar o grupo. Todos aqui vamos ficar lambendo a ferida, todos frustrados. Amanhã temos que levantar a cabeça, nos cobrar, cobrar dos atletas e procurar, o mais rápido possível, a regularidade no Brasileiro”, projetou.

O resultado deste sábado fez a equipe celeste retornar ao Z4 da competição. Com 11 pontos em 13 jogos, o time de Ney Franco caiu para a 17ª colocação da Série B. Logo atrás da Raposa, o Sampaio Corrêa (18º com 11 pontos) tem três jogos a menos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro retorna a Belo Horizonte, onde recebe o Sampaio Corrêa, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para as 18h30 de quinta-feira, no Mineirão.

Fonte: Super Esportes

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: