Capa da Página Cruzeiro volta à carga por Foguinho, acerta salários, mas débito com Criciúma atrasa negociação - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro volta à carga por Foguinho, acerta salários, mas débito com Criciúma atrasa negociação

06/02/2020 às 09:34h

Facebook

O Cruzeiro voltou à carga para contratar o volante Foguinho, do Criciúma, mas uma pendência com os catarinenses ainda impede o acordo. Neste momento, o clube celeste vê dificuldade para a conclusão do negócio, mas segue se esforçando para viabilizar a operação.

Um dos motivos que mantém a negociação em estágio inicial é uma dívida do Cruzeiro com o Criciúma pela compra dos direitos econômicos do lateral-direito Ezequiel, em julho de 2016. O valor da operação, de R$ 1,2 milhão, foi parcelado em 24 vezes de R$ 50 mil. O caso é discutido na Câmara Nacional de Resolução de Disputas da Confederação Brasileira de Futebol (CNRD/CBF).

O Criciúma alega que ainda precisa receber R$ 300 mil, enquanto a documentação interna do Cruzeiro informa que o passivo é de R$ 250 mil. Já o departamento financeiro celeste, em um cálculo atualizado, estima o débito em R$ 200 mil. Assim que chegarem ao valor correto, as partes devem avançar nas conversas.

Segundo o empresário de Foguinho, Luis Fernando Aveline, já existe, inclusive, um acerto com o Cruzeiro. “As negociações se intensificaram. Da parte do jogador com com o Cruzeiro, o acerto está encaminhado. Faltam só alguns detalhes, umas poucas questões. No mais, é aparar algumas arestas. Mas o desejo do jogador é total pela transferência”, disse ao Superesportes.

Foguinho tem contrato com o Criciúma até 31 de dezembro de 2020. As negociações com o Cruzeiro são por empréstimo até o fim da temporada, com os direitos econômicos fixados. Para isso acontecer, no entanto, o jogador precisaria renovar por mais uma temporada com o clube de Santa Catarina.

Para ceder Foguinho, além da quitação do antigo débito, o Criciúma deseja os empréstimos de cinco jogadores. Entre os nomes sugeridos estão os do lateral-direito Luiz Gustavo, do lateral-esquerdo Marcelo Hermes e do volante Guilherme Liberato. Os outros dois, mantidos sob sigilo, não foram liberados pelo Cruzeiro inicialmente.

Nesta quarta-feira, depois da derrota do Criciúma por 4 a 1 para o Santo André, pela Copa do Brasil, o superintendente de futebol do Tigre, Sérgio Lopes, respondeu a respeito da possível ida de Foguinho para o Cruzeiro e ressaltou que não quer apenas jogadores das categorias de base na composição.

“O Cruzeiro está conversando com o clube, com o presidente e com o atleta e o agente dele. A gente precisa do Foguinho, mas o Foguinho precisa pensar na carreira dele. Daqui a pouco ele vai para o Cruzeiro, e quem vem do Cruzeiro? Jogadores da base, não queremos. Tem que ser jogadores que vêm aqui para nos ajudar, do profissional. Mas estamos analisando todas as situações. Uma queda da B para a C é muito difícil, e uma remontagem da equipe não é da noite para o dia”, disse, em entrevista à Rádio Eldorado AM, de Criciúma.

Foguinho, de 27 anos, foi revelado na base do Grêmio. Ele também defendeu Pelotas, Ferroviário-CE, Ceará, Mirassol, Icasa, Oeste, Aparecidense-GO, Desportivo Chaves de Portugal, Cruzeiro-RS, Caxias e, por fim, Criciúma. Na Série B de 2019, o volante disputou 20 partidas e marcou três gols. Sua equipe acabou rebaixada à terceira divisão na penúltima colocação, com 39 pontos.

A avaliação interna do departamento de futebol do Cruzeiro é que Foguinho tem perfil para ser segundo volante, já que dispõe de fôlego para atacar e defender com a mesma intensidade. Entretanto, caso o Criciúma faça jogo duro e não libere o jogador, a diretoria deve buscar outra alternativa no mercado.

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: