Capa da Página Sérgio Rodrigues confirma dois nomes na gestão do Cruzeiro e diz que contratará empresa de reestruturação de dívidas - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 9º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Sérgio Rodrigues confirma dois nomes na gestão do Cruzeiro e diz que contratará empresa de reestruturação de dívidas

28/05/2020 às 09:04h

Facebook

O presidente eleito do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, confirmou que dois profissionais que já estão na gestão do clube continuarão sob seu comando: o CEO do Conselho Gestor, Sandro Gonzalez, e o executivo André Argolo.

"O André Argolo, que estava com a gente, permanece. Ele foi do Ministério do Esporte, foi da AP-FUT, tem muito relacionamento e conhecimento na área. O Sandro Gonzalez [também fica]. É o nosso CEO, foi eleito duas vezes como o CEO mais admirado do Brasil, tem uma empresa com 6 mil funcionários. Tem muita credibilidade", disse Sérgio Rodrigues, em entrevista ao Canal do Nicola, no Youtube.

Argolo foi ex-secretário nacional do futebol e defesa dos direitos do torcedor. Ele ocupou o cargo na União durante o mandato de Michel Temer (MDB). Além das funções desempenhadas no Governo Federal, o profissional foi vice-presidente da AP-FUT (Autoridade Pública de Governança do Futebol), órgão do Ministério dos Esportes.

Pai do deputado federal Lucas Gonzalez (Novo), Sandro foi eleito pela Forbes Brasil, em 2017, um dos 25 melhores CEOs do Brasil, em votação que contou com participação de especialistas de consultorias internacionais. Sua empresa, a Transpes, é especializada, há mais de 50 anos, em movimentar cargas com tamanhos, pesos e volumes especiais.

Sérgio Santos Rodrigues já confirmou em sua equipe Rodrigo Moreira como superintendente de inovação e digital do Cruzeiro, Edson Potsch como responsável pela superintendência de marketing, Flávio Boson como superintendente jurídico, Deivid como diretor técnico de futebol e Léo Portela como superintendente de relações institucionais.

Reestruturar as dívidas

O Cruzeiro divulgou o balanço financeiro referente ao exercício de 2019, o último do ex-presidente Wagner Pires de Sá. O valor exato do déficit no período foi de R$ 394.100.974, conforme levantamento realizado pela Moore Stephens Consulting News Auditores Independentes.

A dívida total do Cruzeiro chegou a R$ 803.486.208 em 2019.

Segundo os auditores, há 'incerteza significativa' quanto à 'capacidade de continuidade operacional do clube' celeste.

Sérgio Rodrigues disse que vai contratar uma empresa para ajudar a reestruturar a dívida do clube.

"Vamos contratar consultorias de gestão, uma grande empresa de reestruturações de dívidas vai nos ajudar. É procurar o que a gente faria na nossa própria empresa dentro do clube", disse Sérgio Rodrigues.

Fonte: Super Esportes

Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: