Capa da Página Em Tempos de Pandemia: Série de reportagens traz hoje situação do Sindicato dos Rodoviários de Pará de Minas - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

24/09/2020 às 08:30h

Em Tempos de Pandemia: Série de reportagens traz hoje situação do Sindicato dos Rodoviários de Pará de Minas

Facebook

Na 4ª reportagem da série Sindicatos em Tempos de Pandemia, vamos contar como o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pará de Minas tem administrado vários empecilhos como crise econômica, fim da obrigatoriedade do pagamento da contribuição sindical e o reflexo dos problemas causados pelo novo coronavírus.

Em entrevista ao Jornal da Cidade, Francisco Ferreira Borges, presidente do Sindicato dos Rodoviários, explica que se “o trabalhador vai mal, os sindicatos também vão mal”. Segundo ele, além da COVID-19, a Reforma Trabalhista e as Medidas Provisórias 927 e 936 prejudicaram os trabalhadores. Consequentemente, as entidades classistas perderam forças.

Ele reclama que o governo federal somente beneficiou as empresas e se esqueceu da situação dos trabalhadores, que já tinham salários baixos e ainda tiveram que abrir mão de vários benefícios:

Clique e ouça Francisco Ferreira

O sindicalista explica que se o trabalhador não teve aumento salarial e ainda teve perdas, como os sindicatos vão cobrar contribuição. Com isso, as entidades classistas perderam bastante em 2020. Francisco Ferreira Borges afirma que está tendo que economizar para manter o sindicato:

Clique e ouça Francisco Ferreira

Francisco Ferreira Borges explica que vários trabalhadores foram demitidos das empresas de transporte de passageiros em Pará de Minas, ao contrário do transporte de cargas. Ele explica como o sindicato tem ajudado os desempregados e empregados:

Clique e ouça Francisco Ferreira

Durante a pandemia, o Sindicato dos Rodoviários de Pará de Minas está atendendo os trabalhadores de forma presencial, porém agendado, tomando todas as prevenções contra o coronavírus. A entidade classista fica na Rua Nova Serrana, 613, bairro Nossa Senhora de Lourdes. O telefone de contato é o (37) 3236-0033.

Fique ligado. Na edição de amanhã (25), vamos trazer mais uma reportagem especial da nossa série sobre Sindicato em Tempos de Pandemia.

Por Sérgio Viana

Fotos: Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: