Capa da Página Sindicato se manifesta contrário a possível volta dos trabalhos presenciais de educadores nas escolas municipais de Pará de Minas - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

08/03/2021 às 08:35h

Sindicato se manifesta contrário a possível volta dos trabalhos presenciais de educadores nas escolas municipais de Pará de Minas

Facebook

As aulas da rede pública de ensino retornam nesta segunda-feira (8) e o Sindicato dos Servidores Públicos de Pará de Minas (SITRASERP) se manifesta contrário a volta dos educadores na forma presencial nas escolas municipais.

Existe a preocupação com a sua saúde dos trabalhadores, uma vez que essa situação pode facilitar a transmissão do novo Coronavírus. O Sindicato também é contra o professor ter que trabalhar de forma presencial e ainda ter que elaborar serviços em casa após o expediente, já que muitos não contam com computadores das escolas.

Em entrevista ao JC Notícias, Tânia Valeriano Chaves Leite, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Pará de Minas critica o retorno dos trabalhos presenciais nas escolas. Segundo ela, alguns trabalhadores foram até convocados pala Secretaria Municipal de Educação:

Clique e ouça Tânia Valeriano

A sindicalista lamenta o fato da Secretaria Municipal de Educação não ter enviado um protocolo para o SITRASERP, com as normas que devem ser seguidas pelos trabalhadores:

Clique e ouça Tânia Valeriano

Tânia também lamenta o fato de não ter nenhum representante dos servidores no Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus e muito menos na Comissão que analise o retorno das aulas presenciais em Pará de Minas:

Clique e ouça Tânia Valeriano

No fim da tarde da última sexta-feira (5), a Secretaria Municipal de Educação enviou um comunicado ao SITRASERP, informando que o regime a ser seguido será de atividades não presenciais para estudantes e de teletrabalho (remoto) para os professores.

Para os demais servidores, Diretores, vices, especialistas, secretários, serventes e técnicos deverão cumprir a carga horária referente ao cargo de forma presencial para organização do ambiente escolar para caso de retorno gradual e seguro das aulas presenciais, quando houver autorização.

Por Sérgio Viana

Fotos: Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: