Capa da Página Mulher morta a marretadas se torna primeira vítima de feminicídio de 2020 em Nova Serrana - Policial - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 8º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Policial

28/01/2020 às 09:41h

Mulher morta a marretadas se torna primeira vítima de feminicídio de 2020 em Nova Serrana

Facebook

Na manhã desta terça-feira (28), militares do 60º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Nova Serrana, foram procurados por um indivíduo, de 42 anos, que compareceu na porta da sede policial após ter agredido sua esposa de 40 anos com golpes de marreta. Diante das informações, os militares se deslocaram até o local indicado pelo homem, onde foi constatado que a vítima estava no banheiro com lesões na cabeça.

De imediato, os bombeiros foram acionados e, ao chegarem no local, foi constatado o óbito da vítima.

Como o crime aconteceu: O autor relatou aos militares que durante a madrugada fez uso de cocaína e, logo após, ele arrombou a porta de sua casa pela manhã e a vítima tentou se esconder no banheiro onde foi agredida até a morte.

A arma utilizada por ele foi localizada e apreendida. A perícia da Polícia Civil compareceu ao local e realizou seus trabalhos de praxe, liberando o corpo para funerária credenciada de Nova Serrana. O homem de 42 anos foi preso e conduzido para a Delegacia de Polícia para demais providências.

Por Henrique Silva


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: