Capa da Página Polícia apreende cerca de 12 milhões de euros em espécie no braço português da Operação Enterprise - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

28/11/2020 às 08:00h

Polícia apreende cerca de 12 milhões de euros em espécie no braço português da Operação Enterprise

Facebook

A Polícia Judiciária de Portugal anunciou nesta sexta-feira (27) a apreensão de cerca de 12 milhões de euros em cédulas em uma casa de Lisboa. O montante, equivalente a mais de R$ 76 milhões, foi encontrado durante busca que faz parte do braço português Operação Entrerprise, força-tarefa que apura um esquema internacional de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro desde 2017.

De acordo com a polícia portuguesa, o dinheiro foi encontrado dentro de mais de 10 malas de viagem em um carro em Lisboa. A Justiça determinou também a apreensão de duas casas em Portugal, que, juntas, têm valor estimado em 2,5 milhões de euros (veja no fim da reportagem outros números da força-tarefa).

A operação prendeu 45 pessoas desde segunda-feira, 38 delas só no Brasil. Em Portugal, onde a ação é chamada de "Operação Camaleão", ninguém foi preso até o momento, segundo autoridades locais.

Além da polícia portuguesa, participaram da ação autoridades de outros países como Bélgica, Espanha, Holanda, Romênia e Emirados Árabes Unidos.

Operação Enterprise

O esquema de lavagem de dinheiro, ainda conforme a PF, envolvia multimilionários no Brasil e no exterior com uso de várias interpostas pessoas, conhecidas como laranjas, e empresas de fachada, com o objetivo de dar aparência lícita ao lucro do tráfico.

A Receita Federal disse que as investigações iniciaram a partir de uma apreensão feita em setembro de 2017, quando 776 quilos de cocaína, que estavam sendo exportados pelo Porto de Paranaguá com destino ao Porto de Antuérpia, na Bélgica, foram apreendidos.

A partir dessa apreensão, ainda de acordo com a Receita, a PF instaurou um inquérito policial e os dois órgãos públicos atuaram em conjunto nas investigações até descobrir a organização criminosa.

Fonte: G1

Foto: Polícia Judiciária de Portugal

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: