Capa da Página Presidente do Conselho Gestor diz que Cruzeiro tem negociações bem avançadas para contrair empréstimo - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Presidente do Conselho Gestor diz que Cruzeiro tem negociações 'bem avançadas' para contrair empréstimo

14/01/2020 às 08:52h

Facebook

Presidente do Núcleo Dirigente Transitório, o empresário Saulo Fróes afirmou nesta segunda-feira, em entrevista ao programa Jogada de Classe, que o Cruzeiro tem negociações “bem avançadas” para contrair um empréstimo. Ele não deu detalhes sobre valores ou sobre qual instituição financeira concederá o crédito.

“Estamos atrás, bem avançados, de um empréstimo. Vamos ter uma resposta essa semana. Hoje, o que o Cruzeiro precisa é de recursos. Não tem condição (de seguir) se não entrar um  recurso. E é muito difícil, porque a credibilidade foi abalada. O que eles fizeram aqui, o que encontramos é um cenário de guerra, além do clube de estar falido, está todo desorganizado. Nosso objetivo é manter o clube na ativa. O trem tem que voltar para o trilho”, disse.

Procurado pela reportagem para explicar o modelo do empréstimo, Fróes afirmou que evitaria conceder entrevistas "para não gerar ansiedade na torcida". "Esse empréstimo está em negociação, mas nada de concreto", limitou-se a dizer o dirigente, mostrando mais cautela em relação ao que disse horas antes ao Jogada de Classe.

Na última semana, o Cruzeiro divulgou nota, assinada por Fróes, em que escancarou o caos financeiro. O clube informou que a dívida já saltou de R$ 700 milhões para R$ 800 milhões. “E ainda não é um número preciso, porque a cada hora vão aparecendo mais coisas”, explicou o presidente do Núcleo Dirigente Transitório em 10 de janeiro.

Ainda na gestão do ex-presidente Wagner Pires de Sá, o Cruzeiro tentou contrair um empréstimo de R$ 300 milhões com um fundo internacional. A operação chegou a ser aprovada pelo Conselho Deliberativo, mas acabou não avançando. Os antigos dirigentes da Raposa alegaram que a turbulência política do clube atrapalhou nas negociações.

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: