Capa da Página Economista aprova Reforma da Previdência, mas afirma que ela não é a solução do país - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 9º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

17/07/2019 às 09:00h

Economista aprova Reforma da Previdência, mas afirma que ela não é a solução do país

Facebook

A proposta de reforma da Previdência aprovada em 1º turno pela Câmara dos Deputados na semana passada parece agradar os economistas.

Entre as principais medidas, a reforma prevê uma idade mínima de aposentadoria, sendo 65 anos para homens e de 62 para mulheres, no entanto, a aplicação será após 12 anos de transição abrangendo o setor público e privado.

Em conversa com a reportagem do Jornal da Cidade, o economista Eduardo de Almeida Leite disse que a proposta deve passar pelo Senado sem grandes novidades:

Clique e ouça Eduardo Leite

Segundo o economista, a Reforma da Previdência não é a solução para todos os problemas do país, mas um passo importante para um futuro melhor:

Clique e ouça Eduardo Leite

Eduardo Leite salienta que a Reforma da Previdência atinge a todos e não apenas os trabalhadores de baixa renda:

Clique e ouça Eduardo Leite

Ainda de acordo com Eduardo Leite, esta não será a primeira, tão pouco a última Reforma Previdenciária pela qual o país passará:

Clique e ouça Eduardo Leite

Aprovada em 1º turno, a PEC – Proposta de Emenda à Constituição – será votada em 2º turno no mês de agosto, logo após o recesso da Câmara dos Deputados.

Por Samuel Ramos


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: