Capa da Página Procura por vacina contra o sarampo aumenta em Pará de Minas - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

09/11/2019 às 09:04h

Procura por vacina contra o sarampo aumenta em Pará de Minas

Facebook

A procura pela vacina contra o sarampo aumentou em Pará de Minas, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. A confirmação foi feita ao Jornal da Cidade, através do secretário da pasta, Wagner Magesty Silveira.

De acordo com o secretário, a procura pela vacina está relacionada ao grande número de campanhas e ao crescimento de casos de sarampo na cidade e região. Na Região Centro-Oeste, Itaúna e Nova Serrana tem dois casos confirmados da doença.

O estado já tem 74 casos confirmados de sarampo neste ano. O número foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde. Pará de Minas está com cinco casos suspeitos em 2019. O caso que mais chamou a atenção neste ano foi de uma criança de um ano, registrado em setembro. Em Minas Gerais existem 460 casos em investigação.

Em entrevista ao Jornal da Cidade, Wagner Magesty explica que a Secretaria de Saúde está levantando os quantitativos com relação ao Sarampo em Pará de Minas:

Clique e ouça Wagner Magesty

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começou no dia 7 do mês passado em todos os postos de saúde do país. Dois grupos de pessoas estão no alvo da nova campanha. O primeiro grupo é formado por crianças de seis meses até menores de 5 anos, O Dia D ocorreu em 19 de outubro.

O segundo grupo, com faixa etária de 20 a 29 anos e que não estão com a caderneta de imunização em dia, a vacinação está prevista para iniciar no dia 18 de novembro. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões adultos. Para isso, a pasta garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos.

O sarampo é uma doença que apresenta variação sazonal, com aumento da incidência no período entre o final do inverno e o início da primavera, ou após estações chuvosas. Os principais sintomas se apresentam como febre, manchas avermelhadas pelo corpo, acompanhadas de tosse ou coriza ou conjuntivite.

Por Sérgio Viana


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: