Capa da Página Cruzeiro informa que Fifa suspendeu o processo envolvendo a dívida pelo volante Denílson - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 23º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro informa que Fifa suspendeu o processo envolvendo a dívida pelo volante Denílson

25/09/2020 às 08:30h

Facebook

O Cruzeiro informou na tarde desta quinta-feira (24) que a Fifa, através do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), acatou um recurso interposto pelo jurídico da Raposa e suspendeu o processo envolvendo a dívida com o Al Wahda, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denílson, em 2016.

Com a decisão da entidade máxima do futebol, ao menos neste momento, a Raposa não corre o risco de sofrer mais punições na esfera esportiva, como a perda de mais seis pontos na Série B ou até o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro.

A ordem de excução de pagamento do débito segue suspensa até a Corte Arbitral do Esporte (CAS), última instância da Justiça Desportiva, julgar o recurso do Cruzeiro, o que deve acontecer apenas em 2021.

No dia 19 de maio, o clube estrelado, então comandado pelo Conselho Gestor, recebeu o comunicado da Fifa de que iria iniciar o Campeonato Brasileiro da Série B com menos seis pontos, por não ter quitado dentro do prazo estipulado pela entidade, o débito referente ao empréstimo do volante, no valor de 850 mil euros, o que gira em torno de R$5 milhões de acordo com a cotação atual do euro. 

Desde então, o atual presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, que assumiu o clube após a punição imposta o clube, vem trabalhando para sanar essa e outras várias dívidas da Raposa junto à Fifa.

Em live no canal oficial da Raposa nesta quinta, o mandatário da Raposa revelou, inclusive, que o Al Whada sinalizou o interesse em alguns jogadores do atual elenco estrelado, e que a cessão de atletas pode ser incluída para abater parte da dívida.

Confira a nota enviada pelo Cruzeiro sobre o caso:

A Fifa decidiu suspender, diante de um recurso feito pelo Cruzeiro junto ao CAS, o processo envolvendo o Al Wahda e o atleta Denilson, que colocava como eventuais punições ao Clube a perda de mais 6 pontos e um consequente rebaixamento à Série C.

No entanto, paralelo ao processo, o Cruzeiro tem mantido diálogo aberto com o Al Wahda e aproveitará este prazo para tentar chegar a um acordo definitivo, que seria de suma importância para todos os envolvidos.

A diretoria não tem medido esforços para que mais esta ação na Fifa, herdada de gestões passadas, seja plenamente resolvida.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro /

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: