Capa da Página Ingrid Oliveira é eliminada na estreia nos saltos ornamentais em Tóquio - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 17º MIN 32º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

SELEÇÃO BRASILEIRA

Ingrid Oliveira é eliminada na estreia nos saltos ornamentais em Tóquio

04/08/2021 às 10:43h

Facebook

O Brasil esteve representado na piscina do Centro Aquático de Tóquio na madrugada desta quarta-feira (4) por Ingrid Oliveira, que fez sua estreia nos Jogos nos saltos ornamentais da plataforma de 10m. A brasileira, que chegou a ficar no 7º lugar, deixou escapar a vaga e deu adeus às Olimpíadas na 24ª colocação das eliminatórias. Para se classificar à semifinal, era preciso ficar entre as 18 primeiras colocações das 30 atletas competidoras.

Na fase inicial da modalidade, 30 atletas fazem cinco saltos. As notas são somadas, e as donas das 18 maiores avançam para as semifinais. A prova foi dominada pela dupla chinesa Chen e Quan, que confirmaram o favoritismo, passando nas duas primeiras colocações, seguidas pela norte-americana Schnell.

No primeiro salto de Ingrid, com um duplo mortal e meio de costas com um parafuso e meio, ela ficou com 65.60 pontos, terminando a rodada inicial na décima colocação. Para sua segunda exibição, a brasileira fez um duplo mortal de costas com um parafuso e meio saindo de parada de mão, que valeu 64.00 fez ela subir para a sétima posição.

Um triplo e meio mortal para frente na posição carpada foi seu terceiro salto, que rendeu um 57.00, tirando uma posição da brasileira ao fim da rodada. Já no quarto salto, errando na saída e na entrada na água após seu triplo e meio mortal revirado na posição grupada, a brasileira somou apenas mais 47.00 pontos, caindo para a 14ª posição.

"São coisas que acontecem. Esporte é feito disso. Eu estou triste porque nos meus treinos eu acertei todos os meus saltos e eu sabia que tinha condições de fazer tudo igual. Na hora da prova eu não consegui fazer o que eu vinha treinando. No quarto salto, que é meu melhor, não consegui perceber se saí forte ou fraco, e isso fez com que eu errasse bastante", disse Ingrid.

Fechando sua participação, Ingrid fez uma entrada na água ruim e tirou apenas 26.60 na última nota. Somando 261.20 pontos, a brasileira terminou na 24ª colocação, com 23.7 pontos a menos do que a última classificada para a semifinal.

"Eu estava treinando o último salto há pouco tempo e todo mundo sabia disso. E aí a pressão ficou totalmente em cima dele. Um salto novo, que eu tentei com todas as forças acertar, mas acabou que saí mais forte do que deveria e não consegui pontuação boa para passar para a semifinal", concluiu.

Fonte: UOL

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: