Capa da Página Itair Machado, ex-dirigente do Cruzeiro, está em estado grave com Covid-19 - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 11º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

05/08/2020 às 10:14h

Itair Machado, ex-dirigente do Cruzeiro, está em estado grave com Covid-19

Facebook

O ex-vice-presidente de futebol do Cruzeiro Itair Machado, de 48 anos, foi internado na noite dessa terça-feira (4) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Madre Teresa, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ele está com Covid-19, e seu estado de saúde é considerado grave.

Segundo funcionários ouvidos pela reportagem do SUPER.FC, Itair Machado deu entrada na UTI do Madre Teresa e está com os pulmões comprometidos.

Histórico

Ex-jogador de futebol, Itair Machado se tornou conhecido no mundo esportivo no início dos anos 2000, quando o Ipatinga, clube fundado por ele em 1998, ganhou projeção sob o seu comando. Sete anos após sua fundação, o Ipatinga conquistava o título de campeão mineiro em cima do Cruzeiro. Em 2006 e 2010, o Ipatinga voltou a roubar a cena no Estadual, conquistando o vice-campeonato. O time do Vale do Aço chegou às semifinais da Copa do Brasil na temporada 2006. Um ano depois, foi vice-campeão da Série B e garantiu o acesso à Série A do ano seguinte.

Com personalidade forte, Itair já coleciona polêmicas desde os tempos de Ipatinga. Para provocar o América, disse que o Ipatinga era a terceira força do futebol mineiro. Aos poucos, o clube foi perdendo força e apoio, e Itair Machado acabou se afastando do futebol.

Cruzeiro

Itair se uniu à diretoria do Cruzeiro em 2017, quando, ao lado de Sérgio Nonato, coordenou a campanha que levou Wagner Pires de Sá à presidência do clube. Antes mesmo de assumir o cargo de vice-presidente de futebol, ele se encarregou, no fim da gestão de Gilvan de Pinho Tavares, de conduzir negociações de jogadores e até a renovação do técnico Mano Menezes. Entre as primeiras contratações, a mais polêmica foi a do atacante Fred, que deixou o Atlético para acertar com a Cruzeiro. Porém, uma cláusula no acordo com o Galo proibia Fred de assinar com o rival, a não ser que pagasse uma multa de R$ 10 milhões.

Itair disse na época que ajudaria o jogador nesse imbróglio, mas acabou criando um novo problema para o clube: um processo movido pelo alvinegro, cobrando na Justiça a multa. O caso se arrasta desde janeiro de 2018. 

Um dos temas do questionamento envolvendo Itair eram seus altos salários no clube. O então presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, divulgou que Itair recebia R$ 180 mil. Porém, com as premiações pelos títulos conquistados, o dirigente recebeu R$ 3 milhões do Cruzeiro no primeiro ano da gestão Wagner Pires. 

Itair ainda foi figura-chave na denúncia levantada pelo “Fantástico”, quando da assinatura por parte do Cruzeiro de um empréstimo com um empresário tendo como garantia os direitos econômicos de dez jogadores, do elenco profissional e categorias de base, prática proibida pela Fifa. Entre os jogadores estavam Estevão Willian, de 12 anos, apelidado de Messinho. Na época, Itair disse que a situação era normal e totalmente adequada, mesmo envolvendo um menor de idade.

Em 2019, Itair foi suspenso pelo STJD e depois foi afastado do cargo pela Justiça comum. Mesmo assim, ele assumiu a condição de assessor da vice-presidência, retornando à sua função como vice-presidente de futebol após liminar judicial no mesmo dia em que o time foi eliminado pelo Internacional, na semifinal da Copa do Brasil. Foi ele que anunciou a saída de Rogério Ceni e a contratação de Abel Braga. Posteriormente, ele foi demitido pelo clube, e Zeze Perrella assumiu o seu lugar na vice-presidência de futebol. 

Covid-19

Até o momento, a Covid-19 atingiu mais de 18 milhões de pessoas ao redor do mundo, com 703 mil mortes. No Brasil, foram quase 2,8 milhões de casos, com 96.096 mortes.

Fonte: Super FC

Foto: Vinnicius Silva | Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: