Capa da Página Provável marca do acesso abaixo dos 60 pontos pode aumentar vexame do Cruzeiro nesta Série B - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Provável marca do acesso abaixo dos 60 pontos pode aumentar 'vexame' do Cruzeiro nesta Série B

11/01/2021 às 08:05h

Facebook

Depois de dez edições seguidas em que o acesso à Primeira Divisão não foi alcançado com menos de 60 pontos, a Série B do Campeonato Brasileiro de 2020 tem isso como possibilidade real. Apesar do equilíbrio, é praticamente impossível o Cruzeiro estar entre os quatro clubes que jogarão a elite do futebol nacional na temporada 2021.

Após a disputa da 33ª rodada da Segundona, o site Probabilidades no Futebol, mantido pelo Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mostra que são de 70,8% as chances de um clube assegurar o acesso marcando 59 pontos.

Desde 2006, quando a Série B passou a ser disputada no sistema de pontos corridos, com 20 clubes se enfrentando em jogos de ida e volta, apenas duas vezes a marca do acesso ficou abaixo dos 60 pontos. Isso aconteceu em 2007 (57) e 2008 (59).

Agora, com América e Chapecoense disparados na frente, a briga pelas duas vagas restantes é muito equilibrada, o que provoca a diminuição do número necessário para se chegar à Série A.

No caso do Cruzeiro, ele só pode chegar aos 59 pontos nesta edição da Segundona. Para isso, terá de vencer a cinco partidas que ainda disputará. E contar com tropeções de adversários que estão à sua frente, pois é 11º colocado e precisaria superar pelo menos sete equipes, sendo que ele tem apenas um confronto direto neste aspecto, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, em Caixas do Sul, no próximo sábado (16), às 19h.

Para os matemáticos da UFMG, são de apenas 0,74% as chances do Cruzeiro de garantir o acesso. Tirando o América, que já está 100% na Série A, e a Chapecoense (99,99%), são sete as equipes com mais possibilidades que a Raposa. Essa lista conta com Cuiabá (71,6%), CSA (59%), Juventude (42,7%), Guarani (10,8%), Avaí (6,9%), Ponte Preta (6,1%) e Sampaio Corrêa (1,3%).

Rebaixamento

Menos mal para os cruzeirenses que o rebaixamento à Série C, que foi uma preocupação real antes da chegada de Luiz Felipe Scolari, está praticamente descartado, pois as chances de queda da Raposa são de apenas 0,010%. Isso indica que é mais fácil o time subir do que cair.

Segundo o Probabilidades no Futebol, com os 44 pontos que o Cruzeiro já tem, as chances de queda são de apenas 19,8%.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro /

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: