Capa da Página Arredores da Lama: Na primeira reportagem da série especial, ambientalista faz balanço do primeiro ano do desastre de Brumadinho - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 7º MIN 22º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

20/01/2020 às 08:22h

Arredores da Lama: Na primeira reportagem da série especial, ambientalista faz balanço do primeiro ano do desastre de Brumadinho

Facebook

O dia 25 de janeiro ficará marcado para sempre na história do Brasil, de Minas Gerais e, especialmente para Brumadinho. Nesse dia, em 2019, aconteceu o rompimento da barragem do Córrego do Feijão, de responsabilidade da mineradora Vale do Rio Doce e que se tornou o maior crime ambiental já ocorrido no País, superando até o de Mariana, que teve as mesmas características, mas em menor proporção no ano de 2015.

Passados 12 meses, o Jornal da Cidade preparou uma série especial de reportagens, intitulada: “Arredores da Lama”, para falar sobre os danos e prejuízos causados ao meio ambiente e, também, para a população que foi atingida direta e indiretamente pelo crime ambiental. Nesta segunda-feira (20), abrindo a sequência de matérias, José Hermano de Oliveira Franco, consultor ambiental que esteve envolvido no Comitê de crise criado após a tragédia, faz um balanço sobre os prejuízos ambientais causados pelo crime cometido pela Vale do Rio Doce:

Clique e ouça José Hermano de Oliveira Franco

José Hermano comenta como está a fiscalização dos órgãos ambientais com as ações executadas pela mineradora Vale:

Clique e ouça José Hermano de Oliveira Franco

Pará de Minas foi atingida indiretamente pela tragédia em Brumadinho, já que os rejeitos da lama do Córrego do Feijão contaminaram o leito do Rio Paraopeba, onde o município tinha como principal fonte de captação de água.

Como ressarcimentos dos prejuízos causados no abastecimento da população de Pará de Minas, a Vale está construindo uma adutora que vai captar água no Rio Pará, em Conceição do Pará. Sobre o assunto, José Hermano ressalta que só acredita nesse investimento quando ele estiver concluído:

Clique e ouça José Hermano de Oliveira Franco

Na reportagem desta terça-feira (21), você confere os relatos e as dificuldades enfrentadas pelos atingidos da tragédia de Brumadinho aqui na região de Pará de Minas. Não perca!

Por Henrique Silva


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: